Crise no Setor Aéreo

Atualmente estamos querendo saber Como Conseguir Crédito, algo difícil de se conseguir em uma Economia em Tempos de Crise, mas isso já está bem melhor. A aviação mundial passa por uma crise sem precedentes, com um prejuízo que pode chegar a uma cifra de 9 bilhões de dólares, contra uma expectativa já negativa de cerca de 4,7 bilhões, segundo informação publicada na internet, no site da Associação Internacional de Tráfego Aéreo – IATA. Segundo o presidente da IATA e também dos diretores das principais companhias aéreas do mundo a situação é muito grave e já se estende há alguns anos, e com a crise mundial se agravou de tal forma que pode tornar inviável a atividade de muitas Companhias. E quando falamos em Economia é sempre importante frisar que  na economia mundial todos os fatores são interligados entre si, fazendo parte de uma cadeia.

Crise no Setor Aéreo

Crise no Setor Aéreo

Com a crise do setor aéreo no mundo há o corte de salários, demissões, cancelamento de rotas de vôos, há um grande prejuízo para o setor de transporte de cargas aéreas que também passam a assumir o ônus da crise e tem um aumento de seus preços, e o incentivo ao turismo internacional também diminui drasticamente o que gera um grande prejuízo em toda a rede de turismo do mundo, hotéis, restaurantes, e toda a indústria do turismo. Enfim, mesmo quem nunca pensou em fazer uma viagem de avião de uma forma ou de outra também vai sentir os efeitos da crise, pois ela se espraia e seus efeitos são sentidos por todo o mundo.

Investimentos

Investimentos

A crise no setor aéreo vem crescendo silenciosamente há alguns anos, no exterior e também no Brasil, no ataque terrorista aos Estados Unidos as Companhias Americanas amargaram grandes prejuízos mas logo se recuperaram, agora o que atinge as Companhias aéreas de todo o mundo é a recessão, com menos dinheiro circulando  diminuiu o volume do transporte de carga e há menos pessoas com condições de se deslocar de avião, e consequentemente as empresas se obrigam a diminuir seus gastos. Ainda mais com o Impacto da Crise no Emprego e com as altas Cargas Tributárias todos os setores vieram sofrendo. No Brasil a crise aérea começou a dar seus primeiros sinais com o chamado “apagam aéreo”  que foi deflagrado com o acidente do avião da Gol que matou 150 passageiros.

Serviços

Serviços

A partir dali as dificuldades tornaram-se públicas, a Varig e a Vasp as maiores empresas aéreas nacional deixaram de operar em meio a pressões e reinvidicações dos operadores de vôo que faziam denuncias graves sob as condições em que realizam o trabalho duro. Este ano a queda de dois aviões com a morte de mais de 300 pessoas traz para a mídia novamente a situação das empresas aéreas. Ninguém sabe ainda ao certo o que aconteceu com esses aviões que ocasionaram o acidente, mas a possibilidade de falhas mecânicas pode ser possível. O setor reúne suas forças e tenta achar soluções em meio a crise, que se manifesta com uma magnitude sem precedentes. É preciso que as autoridades mundiais tomem ciência da situação e auxiliem na busca de soluções, do contrário a crise do setor aéreo poderá agravar ainda mais a crise mundial enfrentada por todos os setores. Ninguém neste mundo tem Resistência à Crise, por isso é bom sempre economizar e ter de onde conseguir sobreviver, mesmo que para isso você precise se tornar um Empreendedor Individual.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mercado

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *