Rentabilidade Fundos BB RPPS

Não é novidade para ninguém que a economia é um dos verdadeiros motrizes de uma sociedade. Prova disso é que, quando o indicador econômico vai bem, naturalmente outros indicadores também seguem pelo mesmo caminho. Mas, lembre-se: não são todas as vezes que esses indicadores se complementam.

Ou seja: se a economia de um país não estiver bem, é bem provável que os outros indicadores também não estejam bem. A partir daí, é necessário um jogo de cintura por parte do governo para conseguir equilibrar todos os anseios e, assim, fazer um governo que possa conciliar esses desejos em um só.

A economia é uma ciência que foi sendo moldada com o passar dos tempos. Inicialmente, os nosso ancestrais não tinham preocupações nesse sentido. O que eles faziam, na verdade, era tentar sobreviver nas condições mais inóspitas que eles viviam: o alimento não era tão simples de ser obtido, combinado com os diversos fenômenos naturais que poderiam se transformar num grande perigo a ser superado por eles.

A Evolução

Depois de milhares e milhares de anos de evolução, na qual o ser humano conseguiu desenvolver métodos para poder cultivar alimentos e domesticar animais, é que a nossa sociedade começou a se formar e, assim, se  solidificar, mantendo os laços até hoje. Podemos dizer, sem sombra de dúvida, que a economia começou a andar justamente quando o ser humano começou a perceber que poderia produzir mais do que necessitava, negociando o excedente com outras pessoas que tinham coisas a oferecer em troca.

Cultivo do Homem Primitivo

Cultivo do Homem Primitivo

No nosso artigo de hoje, iremos falar um pouco sobre a rentabilidade de fundos, e destacar um dos serviços que é oferecido pelo Banco do Brasil: é a rentabilidade de fundos do tipo RPPS. Além disso, iremos dar algumas dicas sobre investimento para você não fazer feio. Vamos lá?

A Rentabilidade de Fundos – O Que É?

Quando se fala em rentabilidade fundos, na realidade, se quer falar sobre o quanto o dinheiro que você aplicou em algum lugar está rendendo a você mesmo. Um exemplo fácil para se entender essa relação é a poupança. Você já deve ter ouvido falar que ela “rende” um valor não muito convidativo, não é mesmo? E, realmente, a poupança é um dos investimentos menos vantajosos, por conta de seu risco que é praticamente mínimo. No entanto, por mais que esse rendimento seja menor, ele não deixa de ter uma rentabilidade.

Ou seja, a poupança pode ser considerada como uma rentabilidade de fundos investidos nessa poupança. Algumas pessoas, que possuem muito dinheiro aplicado na poupança ou em outro estilo de investimento pode passar a viver somente dessa rentabilidade, sem mexer, realmente, no dinheiro aplicado.

Por conta de seu baixo risco, a poupança sempre é o investimento indicado para as pessoas, por conta da facilidade de se operar e, também, pela baixa probabilidade de o banco acabar ficando sem o seu dinheiro. Muitas pessoas idosas deixam o seu dinheiro render como uma forma de se planejar para o futuro, por conta de viagens, aposentadorias, possíveis gastos médicos, enfim.

Por mais que a poupança seja, em dados mais lógicos, um investimento mais robusto e seguro, é indicado que a pessoa que quer fazer um plano de rentabilidade tenha discernimento entre cada proposta e, assim, busque um plano que realmente atenda aos seus desejos. Pegar todos os níveis de rentabilidade e compará-los usando métodos mais precisos é uma boa forma de tentar dissecar as rentabilidades e, assim, descobrir qual é a que vale mais em sua opinião.

Rentabilidade de Fundos

Rentabilidade de Fundos

Vale saber que, para títulos de renda física, como é o caso da CDB, por exemplo, existem três tipos bastante comuns de taxas, que você vai conhecer a seguir:

Taxa Prefixada: esse tipo de taxa é considerado por muitos como a mais fácil de se entender. Nesse sentido, quando o investidor vai optar por esse tipo de taxa, logo ao assinar os papeis e investir o dinheiro, ele já vai saber o quanto exato que o seu dinheiro vai render e quanto ele vai receber no final desse investimento.

No caso da Taxa pós fixada, o investimento é rentável a partir de uma taxa conhecida de juros. Por exemplo, pode ser adotada a Taxa Selic. O ponto é que, nesses casos, se a economia favorecer um aumento dessa taxa, você poderá receber esse aumento perfeitamente. No entanto, o contrario também vale: se a taxa for baixa, o rendimento será baixo. Ai, nesse caso, podemos dizer que esse é um investimento de médio risco, justamente pela flutuação das taxas que são pós fixadas no investimento.

CDB

CDB

Para quem duvidava, há uma taxa que se caracteriza como sendo uma forma híbrida das duas primeiras: Sim, estamos falando da Taxa Híbrida: nessa modalidade,  uma taxa é preestabelecida, mas, ao final do investimento, esse retorno é aumentado com alguma taxa que esteja em aberto  durante o pregão quando esse investimento for sacado pelo investidor. Alguns especialistas dizem que esse é o formato ideal de investimento.

Como Investir De Maneira Certa?

Para que você possa investir de uma maneira correta, é necessário realizar uma pesquisa que possa indicar, entre outras coisas, o grau de risco que você pode correr, bem como, também, as variáveis que estejam relacionadas com taxas que podem variar de acordo com os juros que também podem flutuar de acordo com a economia. Quando você compara as formas e opções de rentabilidade, você consegue ter um panorama maior de análise, buscando as opções que menos te agridam, bem como, também, tendo uma maior estabilidade financeira no futuro caso tenha feito uma decisão certeira.

Se você quer investir mas não se sente apto para tal, você pode procurar consultorias de sua confiança que irão te direcionar para os rendimentos que mais possam te agradar financeiramente. Nessas decisões, o próprio banco também pode ajudar, com vários atendentes disponíveis para poder tirar as suas dúvidas acerca dos investimentos.

Rentabilidade Fundos BB RPPS

Existe uma modalidade de rentabilidade, também, bastante conhecida: é a RPPS. A seguir, você confere o link da rentabilidade desses tipos de fundo por responsabilidade do Banco do Brasil. Confira e aproveite para tirar as suas dúvidas sobre esse tipo de investimento.

http://www37.bb.com.br/portalbb/tabelaRentabilidade/rentabilidade/gfi7,802,9085,9089,1.bbx

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mercado

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *