O Inverno da Economia Mundial

Passando um olhar muito atento ao relatório da UNCATAD, Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento foi que compreendi e com certa preocupação, o descrédito na recuperação da Economia mundial, principalmente diante da inversão dos financiamentos incentivando o consumo e não ao setor produtivo, o que representaria o inverno da economia mundial. Praticamente o setor produtivo, só recebeu incentivo indireto, através daqueles dados ao comercio, como a isenção do IPI aos carros Zero e aos eletrodomésticos da linha branca, com bons resultados, principalmente na manutenção do emprego, mas já existem por boa parte dos governos estaduais e municipais, grandes movimentos de cortes de despesas e dispensas de funcionários em virtude da redução na arrecadação de impostos, criando uma enorme dificuldade sem ter como fugir de problemas sejam governadores ou prefeitos municipais.

O Inverno da Economia Mundial

O Inverno da Economia Mundial

Na visão do economista da Uncatad, Panitchpakdy, o mais importante no momento é evitar a espiral descendente dos salários, o que já está acontecendo no Brasil, onde empresas privadas substituem seus executivos, para achatar salários. No setor público, só os poderes legislativos e o judiciário receberam aumentos, para o funcionalismo em geral, não existem previsões. Atualmente todos querem saber Como Conseguir Crédito e muitos buscam um Empréstimo Pessoal.

O Inverno da Economia Mundial não Chegou ao Fim

É mais do que uma previsão, é uma afirmação a se constatar por tudo o que vem acontecendo, principalmente no Brasil, onde já se diz que a crise foi embora. Então em pergunto. Como ficará a situação desse pessoal que fez empréstimos para o carro zero e para os eletrodomésticos, diante do achatamento salarial e dá inflação que vem corroendo os salários dos brasileiros? É uma resposta difícil de ser dada, pois a ameaça mais perigosa para a economia é a deflação dos salários.

Produção

Produção

O que é preciso, segundo a Unctad, é reativar a capacidade de crédito ao setor produtivo para estimular o crescimento real da economia, pois que na atual conjuntura, fica quase impossível incentivar as exportações e já existe uma previsão muito negativa de que o comércio de exportações terá uma drástica redução que atingira onze pontos percentuais. Como Pagar as Dívidas se a situação está crítica? As soluções estão sendo buscadas a todo momento…

Crescimento Interno

É preciso ser um Empreendedor Individual e estar sempre atento para conseguir tirar proveito dos Negócios de Futuro. O fator de grande euforia em alguns países foi o crescimento de seus mercados internos fortemente impulsionados na base do endividamento do consumidor através da concessão de financiamentos a estes, o que pode gerar no futuro, um sério problema de insolvência, como já aconteceu no passado com alguns países que se envolveram no endividamento como soluções para problemas difíceis e que poderão se tornar mais difíceis ainda.

Vendas

Vendas

Mas apesar do medo, creio que o Brasil vem trabalhando e conseguindo soluções positivas para todos os seus problemas. É um país que se livrou de FMI e está muito credenciado a assumir o seu verdadeiro papel na história desta crise, que é de ser o primeiro país a sair dela. Além do que, o Presidente Lula está com uma carta na manga e de grande poder econômico, o pré-sal.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mercado

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *