LCI Banco do Brasil Rentabilidade

A LCI

As Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) tem chamado muito a atenção dos investidores ultimamente, principalmente por conter um caráter conservador e oferecer um risco bem baixo, mas ainda assim proporcionar uma rentabilidade maior que outras alternativas do mesmo estilo e mais tradicionais, já que há a isenção do imposto de renda (na fonte e na declaração) para os investidores que são pessoa física.

As LCI funcionam como papéis de renda fixa, que são lastreados em créditos imobiliários assegurados por hipotecas – o ato de oferecer um bem como garantia de empréstimo – ou alienação fiduciária – que também é um modelo de garantia do pagamento de dívidas por meio de um acordo – de um determinado imóvel, dando aos tomadores o direito do crédito dos juros, atualização monetária e valor nominal, caso seja o caso.

Falando de uma maneira mais simples, existem instituições financeiras que são autorizadas a emitir LCIs e usar uma fração de suas carteiras de créditos imobiliários visando garantir uma aplicação que tem a permissão de ser ofertada para os clientes. Já os recursos aplicados, tem como destino financiamentos habitacionais.

Para adquirir uma letra de crédito imobiliário é necessário primeiramente encontrar uma instituição financeira autorizada pelo Banco Central a fazer operações de crédito, como por exemplo o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e outros bancos comerciais e pedir a emissão da LCI, e é válido ressaltar que essa contratação deve necessariamente ser registrada na Cetip, que é uma empresa  privada que funciona como integradora do mercado e sua sigla significa Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos Privados.

As letras de crédito imobiliário podem ser garantidas através de um ou mais créditos imobiliários, porém é importante que a soma das letras emitidas não ultrapasse o valor total de todos os créditos imobiliários que foram detidas por aquela instituição responsável pela emissão.

O prazo para o vencimento desses papéis tem o limite baseado no prazo das obrigações de imóveis que funcionaram com base para o lançamento da mesma. É importante lembrar que os créditos que foram dados como forma de caução em alguma letra de crédito imobiliário, podem tranquilamente ser substituído por algum outro da mesma natureza, por exemplo quando acontece um vencimento antecipado ou até mesmo uma liquidação antes do prazo estipulado para as operações imobiliárias garantidas.

A instituição financeira mais ativa no que diz respeito a créditos imobiliários atualmente no Brasil é a Caixa Econômica federal, e nela o prazo mínimo de uma aplicação é de dois meses, e a máxima de vinte e quatro meses (ou dois anos).

A principal vantagem das letras de crédito imobiliário está ligada a tributação, já que desde o ano de 2004 essa remuneração para as pessoas físicas é isenta de imposto de renda, se estendendo também para condomínios de edifícios tanto comerciais quanto residenciais. Já para as pessoas jurídicas há uma tributação, que se alinha com a da renda fixa, ou seja, se inicia com alíquotas de pouco mais de vinte e dois por cento, nas aplicações que vão até cento e oitenta dias e até quinze por cento, quando o prazo ultrapassa os setecentos e vinte dias.

De modo geral as principais características das LCIs são  a emissão exclusiva feita pelas instituições financeiras que receberam autorização do Banco Central, o fato de ser renda fixa de baixo risco, a rentabilidade atrativa e a garantia do emissor e fundo garantidor de crédito.

Rentabilidade da Letra de Crédito Imobiliário no Banco do Brasil

Banco do Brasil

Banco do Brasil

A Letra de Crédito Imobiliário já foi apresentada acima, e agora ela será tratada limitada a uma instituição específica, que é o Banco do Brasil. Esse investimento é considerado bastante seguro e mais do que isso, existe uma garantia que mesmo se o banco quebrar, o investidor recebe o dinheiro de volta integralmente, até o valor máximo de duzentos e cinquenta mil reais.

Esse tipo de investimento pode ser feito com no mínimo mil reais e ficam contidos em um tempo mínimo de carência, que pode variar entre um mês até a anos. O rendimento do mesmo varia conforme cada contrato e cada banco, e pode ser pré fixado ou pós fixado sobre o valor do Certificado do Depósito Interbancário (CDI).

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Mercado

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *