Como Aprender A Operar Na Bolsa de Valores

1) A Importância do Foco e da Persistência

Infelizmente, o único meio honesto e digno de conseguir dinheiro é o trabalho duro. Existe raríssimas exceções como ganhar na loteria ou outras alternativas extremamente randômicas, mas a bolsa de valores não se encaixa nelas. Como qualquer outro tipo de trabalho, operar na bolsa de valores, exige empenho em exaustão e muito estudo. Enganam-se aqueles que consideram ganhar dinheiro na bolsa, como algo ligado ao acaso e/ou a sorte. Muitas vezes, esse tipo de concepção, aliado com a falta de instrução, fazem com que vários investidores de primeira viagem percam dinheiro, e provavelmente nunca mais voltem a investir no mercado de ações.

Passando por caso de sucessos muito conhecidos no Brasil e no mundo, vemos que a receita não é composta de fatores que fogem do convencional. Tudo começa com muito foco e persistência. Esse é o segredo para se atingir qualquer objetivo a longo prazo, não só para obter sucesso na bolsa de valores. Ao colocar na cabeça um objetivo, fazemos com que todas as nossas ações sejam direcionada para aquele objetivo, e logo com que a pessoa abandone suas distrações, enfie sua cabeça nos livros e artigos relacionados ao tema, e não tome atitudes precipitadas.

Aprender a ter o mindset correto para não se equivocar e persistir no sonho não é tão fácil. Por isso devemos “aprender a aprender”. Existem vários métodos, que se adequam até para as pessoas mais hiperativas, como o pomodoro (pesquise sobre ele na internet, os resultados irão surpreender). Se uma pessoa disposta a aprender, tiver a noção necessária para saber quais são os gatilhos cotidianos para aprender, e também das atitudes que desviam do aprendizado (consequentemente atrasando o objetivo final), o objetivo final fica mais palpável. E no caso de aprender a operar na bolsa de valores, tendo lucros a médio e longo prazo, isso é essencial.

2) Como Funciona a Bolsa de Valores?

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores

Certa vez, há muitos anos, João Paulo Lehman teve uma conversa com um dos pioneiros da bolsa de valores brasileira, até então IBOVESPA. Dono de um grande conglomerado de bebidas, a AMBEV, João foi convencido a tornar sua empresa, uma companhia aberta para venda de ações. A medida que outras empresas foram tomando a AMBEV como modelo de crescimento, a bolsa de valores passou a se tornar um caminho absolutamente necessário para empresas que desejam chegar a patamares superiores. Um investidor comum, entra na bolsa de valores justamente para adquirir frações dessas grandes empresas, frações essas que são denominadas ações.

As ações não são vendidas de maneira unitária, mas sim em forma de lotes. A quantidade habitual costuma ser de 100 ações por cada lote. Não existem apenas as vendas diretas de ações, mas também podem ser adquiridas por forma de opções de compra. As opções de compra são muito indicadas para acionistas mais seguros, que desejam comprar a ação mas não querem investir sem saber se ela valorizará, pagando um prêmio para garantir a compra, caso ela se valorize.

AMBEV

AMBEV

Ainda existe um multidão de pessoas que se perguntam se é seguro investir na bolsa. Pois bem, quanto ao quesito de segurança, a bolsa de valores garante um total de 100% de tranquilidade aos investidores. As ações não ficam sequer sub tutela das corretoras ( que já são seguras o suficiente), mas sob a guarda da CBLC, que pertence ao grupo BM&F. Outra pergunta muito frequente, que em alguns momentos acaba travando futuros investidores a imergir no mercado de ações, é quanto ao horário de funcionamento. Muitas vezes as pessoas que trabalham, e ficam receosas a nunca terem tempo para fazer seus trades. Pois bem, nesse caso é necessário visitar o site da B3, ou da corretora de preferencia. Em média, os mercados dos diferentes tipos de ativos ( que podem ser futuros de commodities, futuros do dólar, futuros de índices e opções de compras), costumam realizar a pré abertura as 9 da manhã, e ter o período de negociação durante todo o horário comercial. O call de fechamento costuma acontecer em média as 17 horas, e o after Market costuma se estender algum tempo depois disso. Esses horários mencionados foram estipulados levando em conta a média dos horários, mas em suma, são especificados para cada tipo de ativo.

3) Onde e Como Posso Estudar, e Aprender a Operar a Bolsa de Valores?

Muito difícil obter a melhor resposta para essa pergunta. Hoje existem centenas de excelentes formas de estudo, nos mais diferentes tipos de mídias e impressos. Os tempos mudaram, e as únicas alternativas não são mais apenas enciclopédias nababescas e curso superiores. Aprender a operar no mercado financeiro pode ser algo feito pela tela do computador ou celular. Obviamente, aquele que faz um curso sobre o mercado e consegue o certificado, não é com certeza um bom acionista. A pessoa deve se preparar, preparar o seu set up de estudo, e focar integralmente durante o período que estiver dedicada ao estudo.

3.1) Cursos de Graduação

  • Economia : A mais tradicional e eficiente maneira de dominar o mercado financeiro por inteiro e trabalhar em qualquer área desse mundo, é o curso de economia. A grade insere no profissional temáticas que vão muito além da matemática e análise gráfica que passam pelos mini cursos online. A ética e até o direito no mundo financeiro são abordados. Alguns dos cursos mais conceituados no Brasil são: EESP (Escola de Economia de São Paulo), FAE, FECAP (Centro Universitário Álvares Penteado), FGV (Fundação Getúlio Vargas) e UFABC (Universidade Federal do ABC).
  • Administração: O curso de administração conta com uma grade muito extensa que permite ao formando trabalhar num ramo de áreas que vão de bancos, mercado de valores, até o setor executivo das empresas. Alguns dos cursos conceituados no Brasil passam por : Universidade de São Paulo (USP), Universidade de Minas Gerais (UFMG) e Fundação Getúlio Vargas (FGV)

3.2) Canais do Youtube

  • Gustavo Cerbasi : Um veterano da área do mercado de ações e educação financeira. Seu canal no YouTube conta com quase 800 mil inscritos, vídeos quase diários e uma grande ajuda para os investidores, com dias e aulas sobre os mais diversos temas, no que tange a educação financeira.

  • Rafael Seabra : Rafael Seabra já chegou até a publicar livro que chegou a status de best-seller. Seu canal no Youtube conta com mais de 250 mil inscritos, e aconselha investidores a caminhar pelo mercado financeiro, especificando até tipos de fundos, que se tornam interessantes.
  • Primo Rico : Um dos maiores canais do Brasil nesse ramo é o do youtuber Tiago Nigro. Seu livro passou inúmeras semanas no topo da lista dos mais vendidos da VEJA. O Primo Rico orienta quais ações e fundos são mais rentáveis, fazendo aportes durante o vídeo, em uma modalidade de investimento que mostra a todos, quanto do seu dinheiro está aportando em tempo real. Já orientou celebridades como Neymar Jr e Whindersson Nunes.
  • Nathalia Arcuri : Provavelmente a maior pop star brasileiro quando o assunto é educação financeira. O maior canal do mundo no assunto pertence a Nathalia, que orienta seus seguidores a usar melhor seu dinheiro, fazendo orientações frequentes de investimento em fundo de renda fixa, como o tesouro direto.

3.3) Livros : A opção mais maçante e menos interativa também tem seus adeptos. Neste caso, muitos deles trabalham o chamado mindset do investidor. Algo muito importante que vai além da técnica e é chamado como o fator predominante, tornando o investidor que possui essa qualidade, um profissional completo. Alguns exemplos indiscutíveis passam por : Pai rico, Pai pobre ( Robert Kyiosaki e Sharon Lechter), Quem Pensa Enriquece (Napoleon Hill), O Homem Mais Rico da Babilônia (George Clason) e Inabalável, um Guia Prático para Liberdade Financeira (Tony Robbins).

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Negócios

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *