A Gráfica do Senado

Não é muito fácil de absorver e se manter isento na hora de abordar um assunto como este da gráfica do Senado Federal e os 1.8 milhões de reais gastos com seus 75 chefes de setores. Assim fica mais difícil de conseguir um bom Equilíbrio Econômico. Não sou especialista no assunto, mas fica bem claro para qualquer pessoa de mediano conhecimento administrativo, que para gerir uma gráfica, mesmo que esta seja do Senado Federal, envolta em muito trabalho e publicações, por vezes abusivas, pois meu senso crítico, não deixa escapar a oportunidade de relatar, ter eu recebido um volumoso encadernamento contendo 480 paginas com os discursos de um Senador a quem nunca tive afinidades políticas, apesar de ser do meu Estado.

A Gráfica do Senado

A Gráfica do Senado

Nunca li e não pretendo ler a referida obra. Mas a gráfica do Senado gastando l.8 milhões de reais com seus chefes de sessão é um caso de corrupção, alias, falar no Senado brasileiro de hoje é sinônimo de corrupção. Essa gráfica, berço político do Sr.Agaciel Maia, deveria ser extinta, para o bem do Senado Federal, como também deve ser extinta a Resistência à Crise do Senado. Falar da gráfica do Senado, sem falar no seu Presidente, o Senador José Sarney, um verdadeiro pesadelo para a sociedade, talvez jamais seja igualado, por tudo que representa de negativo e aproveitador das benesses a que se concede, empregando toda sua família, e sabe-se lá o que existe por traz desses atos secretos.

Governo

Governo

Olá Mundo, diria um espírito de luz, ao procurar entender os amigos de Sarney no Senado, Renam Calheiros, que renunciou a presidência para não ser caçado, e agora se torna o seu braço direito na escolha do Conselho de ética que vai julgar Sarney. Fico refletindo e me considerando um idiota, pois de nada adianta se envolver nisso e assim a Economia nunca vai para frente. No Senado, ninguém dá nome aos bois. Alguns até ameaçam. Como votar em Sarney para a presidência do Senado? Para o bem da nação não é. Mas a maioria votou. Então quando aparece uma manchete como esta, o Senado gasta cerca de l.8 milhões de reais por ano em gratificações a 75 chefes de gráfica, como agravante de que Agaciel Maia é seu Diretor e José Sarney, seu presidente, ai tudo fica mais difícil, porém mais fácil de entender. Ao invés de estar bolando um Negócio de Futuro ou tentando reduzir a Carga Tributária essas gratificações são feitas.

Gastos

Gastos

Mas para muitos, por incrível que pareça, a gráfica do Senado Federal com seus 75 chefes de setores, dos quais, muitos não existem mais, já foram extintos, não representa na atualidade, o maior problema. A interferência clara do Presidente Lula, quando chamou os Senadores do PT e lhes ordenou apoio ao Senador José Sarney , é sem dúvida, a maior afronta moral que recebeu o Poder Legislativo, do Poder Executivo, que claramente procura não perder o apoio do PMDB nas eleições de 2010, o que para mim, foi um verdadeiro tiro no pé, e ainda vai gerar uma polemica pior do que a polêmica do trem bala. Mas a crise e o tema no momento são a gráfica do Senado e seus diretores milionários, que a bem da verdade, nesta hora de recesso parlamentar, muita água vai rolar por baixo da ponte e pelo andar da carruagem, o retorno vai ser de troca de afagos, sua excelência pra cá, sua excelência pra lá, e tudo vai ficar como está, sem nenhum Custo Benefício favorável.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Governo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *