Empreendedor Individual

Para aumentar a arrecadação da Previdência e ao mesmo tempo tirar mais de 10 milhões de brasileiros da informalidade, o governo criou uma nova figura jurídica, o Empreendedor Individual, que é um novo regime tributário para sapateiros, costureiras, manicures, doceiros e vendedores e mais uma infinidade de outras profissionais que até o fim de junho estavam por aí atuando na informalidade e o que é pior totalmente desprotegido da lei. Muitas destas pessoas até já tentaram formalizar o que pensavam poderia ser um negócio com futuro, e buscaram legalizar atividades que até então tinham, mas que eram consideradas como bico, mas a realidade é que a grande maioria desta gente não conseguiu manter o negócio dentro da lei. Tantas eram as despesas, com escritório de contabilidade para manter a escrita em dia, os descontos para o INSS e se tinham algum funcionário então é que tudo se complicava, pois os encargos com estes terminavam com o pouco que poderia restar no final do mês. Hoje com Empreendedor Individual o governo promete que será diferente.

Abertura Comércio Global

Abertura Comércio Global

O Brasil hoje busca através de seus governantes quebrarem barreiras, pois ao mesmo tempo em que vem tentando uma maior Abertura ao Comercio Global onde não tenham tantos entraves para negociar com outros países, não descuida também internamente de seu povo buscando leis que permitam a inclusão dos menos favorecidos e Empreendedor Individual quer justamente tirar os brasileiros da informalidade onde são totalmente desprotegidos, na doença e na velhice. Muitos dos comerciantes que atuam a margem da lei, bem que em períodos em que os negócios estavam em alta eles resolveram se legalizar até mesmo para aproveitarem o acesso ao credito e a proteção da lei, pois quem atua na informalidade e adoece, não conta com nada, nenhuma ajuda financeira para que possa se manter enquanto se trata. Aposentadoria só se resolver pagar como autônomo. A nova figura jurídica Empreendedor Individual promete resolver a situação desses milhões de brasileiros, hoje relegados a própria sorte.

Empresário Individual

Empresário Individual

Na verdade o Brasil está se fortalecendo, primeiro foi o corte da CPMF que diziam faria o país parar, porém sequer mudou o ritmo, depois veio à crise financeira que o obrigou a dar incentivos a vários setores da economia diminuindo sua arrecadação e mesmo assim, tem mostrado uma resistência à crise como poucos países tiveram. E os incentivos não param por aí, como estamos vendo agora em que criou uma lei que vai beneficiar os brasileiros mais necessitados de assistência que são justamente aqueles que lutam no dia a dia para se sustentarem, não querem se marginalizar, mas não tem condições de arcar com a alta carga tributária que ainda é um grande mal no Brasil. A lei que criou o Empreendedor Individual é complementar a Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, as taxas são reduzidíssimas, foi sancionada no final de 2008 e começou a vigorar em 1º de julho de 2009 com a promessa de mudar a vida de muitos brasileiros.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Governo

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *