Modelo Empréstimo

Público alvo

É muito antiga a idéia de se fazer uma concessão de credito ou empréstimo seja financeiro ou de material a pessoas em situações difíceis ou que os negócios do futuro carecem de Equilíbrio Econômico e isso só vem concretizar a idéia do ser humano de acreditar nas pessoas julgando-as sempre sérias e capazes mesmo estando em dificuldades, de serem merecedoras da confiança para conseguirem crédito.

Modelo Empréstimo

Modelo Empréstimo

Porém com o tempo foi se generalizando a idéia errônea de que as pessoas pobres, despossuídos, carentes, ou seja, lá como queiram denominar as pessoas que não tem dinheiro sequer para se darem uma oportunidade de acertarem na vida, não é séria e assim são incapazes de assumir compromissos o que acabou por excluí-las de pleitearem qualquer Modelo de Empréstimo que eram oferecidos a pessoas que precisassem menos, mas que tivessem como dar garantias de pagamento. Na verdade as estatísticas hoje dizem que os pobres são mais honestos e pagam suas contas com mais presteza do que os ricos.

Contrato

Contrato

Quem é melhor?

Experiências nos dizem que muitas são as pessoas pobres e os empreendedores individuais que se uma vez na vida tivessem a oportunidade de conseguir um empréstimo ou credito para montar um negócio poderiam ter outro tipo de vida, pois na verdade o que falta para estas pessoas é credibilidade que nunca terá por não ter as garantias exigidas por um sistema cruel que só dá a quem já tem. Negar a um pobre o direito qualquer tipo de empréstimo que lhe oportunize galgar alguns degraus e sair da miséria é uma tremenda injustiça num país onde o Desvio de Dinheiro é fato corriqueiro entre os ricos e poderosos. É provado que os pobres são tão ou melhores tomadores de crédito do que qualquer outra pessoa e que de modo geral assumem seus compromissos mesmo que não tenham como dar garantias.

Dinheiro

Dinheiro

O que oferecem

Hoje os bancos criaram vários modelos de empréstimo para garantir que a maioria das pessoas possa fazer uso desses créditos, temos os empréstimos com descontos em folha de pagamento, os consignados, os empréstimos com a alienação do bem adquirido, mas todos eles têm um mínimo de garantias, mas os menos favorecidos continuam sendo excluídos da maioria dos tipos de empréstimos. Sinceramente com a Economia em Tempos de Crise, o governo vem estimulando vários setores até mesmo com a criação de créditos e financiamentos, mas o pobre desempregado que não tem sequer o que comer continua relegado e entregue a própria sorte sem direito a casa, a escola, a empréstimos, a assistência médica, enfim é um desacreditado que por ser pobre jamais vai poder entrar em um banco e pleitear um empréstimo para tentar dar um rumo a sua vida, criando as condições de sobrevivência que precisa para passar da miséria a pobreza.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Empréstimo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *