Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

Frequente enigma dentro das ciências econômicas. Na história o mundo já apresentou diversos cenários positivos que trouxeram grandes crises na sequência. Quem sofre é a classe trabalhadora que precisa pagam com a inflação, visto que a elite e os donos dos meios de produções conseguem gerar lucratividade gerando o revés para os preços ou investimentos alternativos no mercado acionário. Futuro da economia nacional: Inflação ou deflação?

Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

Sobe e Desce nas Bolsas de Valores

O ano passado contou com diversas quedas e crescimento. Com a instabilidade a opinião dos especialistas se diverge sobre as previsões de crescimentos e resultados futuros sobre o índice de preços. No segundo semestre as ações nacionais chegaram a cair quase 8% em um dia de agosto, enquanto que no mesmo mês ou crescimento de 5%.

Com a crise mundial se esperava inflação principalmente nos produtos relacionados com tecnologia. Todavia o consumo continuou aquecido em parte pelo aumento do salário mínimo. Multinacionais também possuem fábricas no Brasil e podem contar com matérias primas negociadas com a moeda corrente, se adequando plenamente ao mercado e mantendo a média de preços.

Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

O Amanhã Nunca Morre!

As opiniões são divergentes quanto ao futuro. Alguns economistas apontam que governantes precisam ajustar pequena revisão para garantir o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

Outras doutrinas apontam na necessidade de revisar as metas para frear a inflação. De qualquer maneira, nem mesmo os governos afirmam de forma cristalina qual é o futuro da econômica.

Os objetivos iniciais estão na condução da crise mundial nos quais pequenos crescimentos simbolizam motivo de comemoração visto que a maioria do mundo está diminuindo o poder econômico. Na Europa, por exemplo, a indústria conta com pior ritmo de produção nos últimos três anos.

Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

Futuro da Economia. Inflação ou Deflação?

Investindo Contra o Tesouro

Há alguns investidores que gostariam de ver a crise surgindo no país justamente para ganhar dinheiro em cima da situação na qual a maioria da população em si sai perdendo.

Fator que aumentaria o valor do dólar, favorecendo quem tem a quantia guardada e aumentando a inflação aos consumidores. Governantes tentam controlar o aumento no índice de preços, mas sabe que encontra inclusive no aspecto interno grande força contrária do cenário favorável em solos nacionais.

O que não acontece na Alemanha, que há pouco anunciou índice negativo na dívida interna, atraindo inúmeros investidores alemães para salvar o tesouro público e evitar a proliferação da negatividade para outros setores da economia, como crescimento da inflação.

Conclusão: A crise está sendo conduzida, mas o mercado pode agir de maneira inesperada em qualquer momento principalmente pelas movimentações internacionais. Para sanar a dívida pública não seria novidade encontra aumento da inflação, principalmente porque a renda do brasileiro médio está aumentando. Dilma promete que o salário mínimo vai ultrapassar valor de R$ 800 até 2014. Por Renato Duarte Plantier

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Inflação

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *