A Importância do Consumidor Infantil no Mercado

Vivemos num mundo capitalista, e apesar das campanhas e incentivo para o consumo consciente, o consumismo continua ganhando força ao longo do tempo, havendo um crescimento constante nos compras, onde as crianças ganham espaço e passam a formar uma clientela especial e muito visada. Setores como o do comércio de eletrônicos que até alguns anos era voltado apenas para os adultos hoje já se preocupam com os interesses das crianças, que cada vez mais influencias e tem poder de decisão na hora das compras da família.

A Importância do Consumidor Infantil no Mercado

O Consumidor Infantil

Durante muito tempo as crianças eram vistas como miniaturas de adultos, ou seja, apenas indivíduos menos desenvolvidos intelectualmente e emocionalmente que os adultos, o que justifica porque as pesquisas do mercado consumidor infantil custaram para ser desenvolvidas. Hoje as escolas de marketing investem em estudos que buscam avaliar as características e do comportamento das crianças consumidoras, levando em conta as mudanças sociais que refletem no modelo de infância que observamos hoje, com crianças que vivem mais isoladas e que cada dia mais tem influencia e autonomia nos processos de compra da família. Estas alterações no contexto familiar e dos modelos de infância se justificam pelo estilo de vida dos modernos centros urbanos e o novos perfis das famílias, onde os papéis de cada integrante não são bem definidos, resultando em famílias segregadas e desestruturadas.

Perfil

Motivação Infantil

O que faz uma criança desejar determinado produto preterindo outro é o objeto de grandes pesquisas que buscam compreender a motivação do público infantil, que pode ser objetiva, em virtude de uma necessidade física ou biologia ou uma motivação subjetiva que são aquelas que atendem uma necessidade social ou psicologia. As crianças mais novas tem seu comportamento moldado basicamente por suas habilidades, limitações e capacidades, e conforme elas vão crescendo seu comportamento vai se transformando e passa a ser moldado pelos interesses culturais e sociais. O estágio de desenvolvimento das crianças geralmente é o que determina sua participação nas decisões de compras, assim de 0 a 3 anos normalmente é a mãe quem decide tudo, no entanto aproximadamente entre 4 e 7 anos a criança adquire autonomia e passa a influenciar seus pais na hora da compra dos seus produtos, e entre 8 a 12 anos geralmente elas já passam a decidir sobre a compra de seus próprios produtos.

Comportamento

Publicidade

As empresas necessitam da mídia para que seus produtos vendam e façam sucesso, assim como os pais precisam da TV pra entreter as crianças, que são induzidas pelas propagandas ao consumo, e na sequência os pais, para agradar as crianças, compram, e se forma um circulo vicioso, alimentado pela publicidade direcionada, que estimula o crescimento das linhas desenvolvidas especialmente para as crianças das diferentes faixas etárias.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Negócios

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *