Economia Regional

O surgimento da economia se dá por diversos fatores, entre eles destacamos a questão da renda per capita que é muito variável de um local para outro, os custos com transporte das mercadorias, a distância que acaba por favorecer o monopólio de empresas, bem como a urbanização e industrialização de regiões que ocorrem de forma muito desigual, acentuando a defasagem existente entre regiões pobres e regiões ricas dentro do próprio país.

Brasil

Centros Urbanos

Os padrões locais vão mudando rapidamente com a urbanização, a industrialização se intensificou bem como a revolução agrícola gerando uma expansão urbana muito rápida em grandes centros metropolitanos nos diversos países ao redor do mundo. O crescimento dos mercados urbanos faz com que cresçam as concentrações industriais. Surgiram assim as chamadas economias da aglomeração, mais especificamente nas regiões centrais dos países do que em suas periferias, acentuando desta forma a desigualdade regional.

Grandes Crises

Este efeito se repete também em ambito internacional, sendo que as desigualdades se acentuam mais especificamente diante de grandes acontecimentos históricos, como crises, guerras, etc. A grande crise do ano de 1929 é alvo de estudos até os dias atuais, e a concentração industrial passou a ser vista como algo nocivo à organização social, pois questões como o desemprego e tantas outras que são geradas por uma grande crise não tem seus efeitos proporcionalmente distribuídos no espaço. Sempre existem regiões específicas que são muito atingidas, enquanto outras parecem não sentir os efeitos de forma tão grave.

Politica

Problemas Regionais

De forma bastante simplificada podemos dizer que problemas regionais surgem pela disparidade da difusão desigual no processo do crescimento no espaço economico dos países. Estes problemas podem ser sanados por meio de políticas públicas que visem um menor crescimento em regiões cuja expansão seja muito rápida, bem como o estímulo no crescimento de regiões em que o crescimento ainda não seja suficiente. Como há muito desemprego em regiões centrais, frenar o crescimento se torna impraticável, sendo assim a política mais utilizada na maioria dos países é o estímulo ao crescimento regiona.

Atividades Econômicas

De acordo com a localização de atividades econômicas, da mão de obra, do mercado consumista e da escala econômica é que ocorrem as grandes concentrações urbanas. As cidades e seus sistemas articulam as economias regionais de seu país de acordo com as irradiações geradas por inovações, que se associam ao espaçamento e a hierarquização de centros urbanos intensificando sua capacidade de multiplicação.

Economia Regional

O Que é Economia Regional?

Podemos dizer que economia regional trata dos estudos a cerca das diferenciações espaciais, de inter-relações entre áreas diante do sistema nacional das regiões buscando enfrentar a escassês de recursos que são distribuídos de forma desigual no espaço. A exploração das áreas não se dá de forma homogênea, sendo que as pioneiras acabam por levar vantagem sobre as demais, favorecendo então a economia daquela região em especial.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Governo

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *