Inadimplência Bate Recordes

A inadimplência bate recorde especialmente nos cartões de crédito sempre foi alta, mas como resultado da crise mundial ela está batendo recordes. Analistas financeiros acreditam que este aumento da inadimplência é uma conseqüência direta da restrição no crédito e no desemprego, o que comprova que na economia todos os fatores são interligados, e geram conseqüências diretas um no outro. Assim com o desemprego e menos opções de crédito a disposição a inadimplência cresce em todos os setores, no comércio, nas instituições financeiras com cartões, cheque especial e outras, e consequentemente as taxas de juros embutidas nas ofertas de crédito também.

Inadimplência Bate Recordes

Inadimplência Bate Recordes

Segundo informações do próprio Banco Central divulgadas no seu site na internet, desde 2000 quando começou a monitorar os níveis de inadimplência das pessoas físicas entre estes empreendedores individuais, considerando aquelas contas vencidas há mais de 90 dias,  estes índices pela primeira vez chegam a um patamar tão alto, 27,92 % nos cartões de crédito, 10,8 % no cheque especial e o maior numero de cheques devolvidos por falta de fundos desde 2001. Estudos estatísticos feitos nesta área mostram que quando as pessoas se encontram repentinamente em uma crise econômica normalmente a primeira coisa que deixam de pagar são despesas como condomínio do apartamento, depois despesas com banco, enquanto que passam a ter prioridade as prestações para pagamento da casa própria e do veículo. Então com a inadimplência quebrando recordes podemos afirmar que a resistência a crise financeira não esta adiantando e chegou num nível grave e que está atingindo fortemente a população.

Vendas

Vendas

A economia brasileira vinha num ritmo forte de expansão e abertura de comercios globais e a crise econômica junto com a redução das linhas de crédito pegou muitos brasileiros com muitos carnês e muitos financiamentos para serem quitados, a diminuição do dinheiro em circulação e o desemprego foram o estopim para a inadimplência. Agora os analistas estão preocupados é com as pessoas que se encontram nessa situação e passam a das orientações sobre como agir para sai da crise, limpar seu nome e voltar a ter uma vida normal, sem problemas de crédito. Segundo eles nessa hora é muito importante sentar e planejar cada ação, individualmente e em família, colocar no papel o montante das dividas, os gastos mensais e o dinheiro que entra todo mês é fundamental para que se possa enfrentar essa situação tão difícil e ao mesmo tempo tão comum entre os brasileiros neste ultimo ano.

Dinheiro

Dinheiro

Os analistas financeiros ensinam, é preciso encarar a situação de frente e organizar estratégias para resolver os problemas e implantar novos negócios para o futuro, negociar juros e cortar despesas no orçamento para tornar possível o pagamento das parcelas,  e assumir a responsabilidade pelas dividas, limpando seu nome e voltando a se sentir seguro, no domínio de sua própria situação financeira. Sempre há uma solução, é preciso organização e determinação ensinam os analistas, que também apontam para uma melhora da situação da economia nacional nos próximos meses.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Crédito

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *