Cotação da Bolsa: Como Funciona?

Todos os dias os principais jornais falam a respeito da cotação da bolsa e de que maneira ela demonstra que o país está com uma imagem positiva ou negativa diante de seus pares. Mas, nem todo mundo sabe como funciona a cotação da bolsa e como se chegam aos valores apresentados no jornal. Pensando nisso vamos explicar um pouco mais sobre esse processo.

Entendendo as Bolsas de Valores

A seguir vamos explicar qual é a lógica de funcionamento das bolsas de valores, começando por sua origem, para que seja possível compreender mais adiante como funciona o sistema de cotação.

Origem das Bolsas de Valores

A origem das bolsas de valores remonta a Europa do século XII em que se percebeu que existia a necessidade de fazer uma centralização das operações que são entendidas como integrantes do mercado de capitais. Podemos fazer um paralelo comparando a bolsa de valores com uma feira em que os objetos de compra e venda são as ações das empresas.

Mas, o que São Ações?

Uma ação é a menor unidade do capital de uma empresa, sendo assim ao adquirir uma ação de uma companhia o indivíduo se torna um pequeno sócio da mesma. Porém, é importante que se diga que existem empresas que vendem ações e empresas que não vendem. Para que uma empresa possa comercializar as suas ações na bolsa de valores precisa primeiro fazer a abertura de capital que nada mais é do que dividir o seu capital em milhares ou milionésimas partes.

Corretoras de Ações

A partir do momento que uma empresa fez a sua divisão de capital passa a ter que trabalhar com uma corretora de ações que será responsável por fazer a venda dessas partículas da companhia no mercado de ações. As corretoras trabalham na compra e venda de ações em nome de seus clientes.

Para quem se interessou em conhecer as corretoras de ações pode encontrar uma lista completa com todas que operam no mercado acessando http://www.cvm.gov.br/.

Exemplo Prático

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) é a maior bolsa de valores da América Latina e conta com o trabalho de mais de 140 corretoras que todos os dias realizam esse processo de comprar ou de vender ações. Por seu tamanho essa bolsa conta com em torno de 400 operadores que movimentam mais de R$ 400 milhões todos os dias.

O Dia a Dia da Bolsa de Valores

Quem escolhe trabalhar na bolsa de valores ou fazer investimentos vive um dia a dia cheio de altos e baixos, literalmente. Podemos dizer que de maneira simples para ser bem sucedido nesse setor é bom ficar de olho para comprar ações em baixa e vender ações que estão em alta. Algo que de início pode ser complexo, mas que se houver dedicação e estudo das relações financeiras e econômicas pode se tornar mais fácil.

Quem Regula o Preço das Ações?

Para se tornar um bom investidor é importante entender como funciona a regulação dos preços das ações. A instituição que regula os preços é a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) que consiste numa instituição que trabalha com recursos próprios, mas que está subordinada ao Ministério da Fazenda e é passível de passar por averiguações do governo.

É essencial compreender, no entanto, que a CVM estipula o preço inicial das ações e o mercado gera as modulações de acordo com a forma como a imagem da empresa. Para ser um bom investidor é importante entender esse jogo de oscilações de preços que tem a ver com a valorização ou desvalorização das ações. As influências que agem sobre a formação de preço de uma ação são diversas e vão desde o desempenho da companhia até as tendências atuais do mercado.

Cenário Político e Econômico

Sempre que um país passa por algum acontecimento extremo e relevante para a sua história apresenta queda na bolsa assim como quando recupera a estabilidade tende a ter a sua cotação aumentada. Isso acontece porque as bolsas de valores são influenciadas diretamente por questões políticas e econômicas. Dessa forma um atentado terrorista num país pode ser responsável por derrubar a bolsa assim como a eleição de um candidato a presidência que não inspira confiança nos outros países.

Os Índices das Bolsas de Valores

Você provavelmente já ouviu falar a respeito dos índices Ibovespa (da Bovespa) e Dow Jones (da Bolsa de Nova York), mas talvez não saiba exatamente do que se trata. Podemos dizer esses índices representam a média de desempenho das companhias que foram mais negociados naquele dia. Uma maneira de saber qual é o estado do mercado financeiro local naquele momento.

Como Funciona o Fator de Cotação da Bolsa

Os investidores da bolsa mais experientes sabem que precisam trabalhar com base no fator de cotação. A primeira coisa a se saber é que a cotação de uma ação representa na verdade o valor do lote padrão de ações (quantidade mínima de ações que podem ser compradas). Porém, o que pode tornar mais complexo entender esse mecanismo é o fator de cotação.

Esse fator é o que irá determinar o preço final da ação para quem vai compra-la. Em alguns casos o valor da cotação de uma ação é o produto da realização da multiplicação de seu valor como ação pelo seu próprio fator de cotação. O fator de cotação pode ser igual a 1 o que não acarreta em nenhuma diferença, porém, pode ser um valor diferente.

Para que fique mais claro como esse fator de cotação pode alterar o valor de uma ação vamos imaginar uma empresa X cujas ações tenham o valor de R$ 60,00 e seu fator é 10. Isso quer dizer que cada 10 ações da empresa X valem R$ 60,00 e na prática cada ação vale R$ 6,00, pois 60 / 4 é igual a 6. No caso de que a ação seja negociada num lote de 1.000 ações terá um valor de R$ 6.000,00 já que será feita a multiplicação de 6 x 1.000.

Curiosidade – Como Funciona o Pregão da Bolsa de Valores?

Os filmes que retratam a bolsa de valores tendem a nos fazer pensar que todos que trabalham nesse ambiente vivem estressados e gritando. Porém, pouco sabemos na prática de como funciona o pregão da bolsa. Se você ficou curioso confira abaixo algumas explicações práticas:

Painéis de Informação

Os painéis que sempre estão como fundo das reportagens sobre a bolsa de valores tem grande importância para os investidores uma vez que apresentam informações em tempo real das cotações de ações bem como as notícias mais relevantes para o cenário econômico.

Controller de Posto

Basicamente é através dele que são registrados os boletos dos negócios que acabaram de ser fechados pelos investidores. O processo é feito por leitura óptica.

Jaleco Amarelo

As pessoas que estão na bolsa com jaleco amarelo são os trainees, ajudantes e estagiários. Eles devem usar esse jaleco até que se tornem operadores.

Informantes Cinzas

Os funcionários que ficam circulando pelo pregão de uniforme cinza são os responsáveis por se informar a respeito das ofertas feitas pelos interessados com o objetivo de repassá-las ao sistema através de celulares.

Pregão pela Internet

Claro que a internet chegou também ao pregão da bolsa, as transações online são feitas por operadores e corretoras usando o pregão eletrônico.

Big Brother da Bolsa

Por se tratar de um ambiente de negociações milionárias a sala do pregão é monitorada por um sistema de câmeras, quase um BBB dos operadores e corretoras.

Berros

O mais característico das bolsas de valores são grupos de pessoas aos berros, para quem não entende porque isso acontece é necessário conhecer o conceito de rodas de operadores. Os operadores são separados em grupos que fazem a negociação das ações de uma única empresa e então ficam gritando para anunciar o que está sendo comprado e o que está sendo vendido.

Quero investir na bolsa, também posso?

Se você se interessou em se tornar um investidor da bolsa de valores, mas não é especialista no assunto pode contar com os fundos de ações. Esses fundos administram carteiras de títulos que estão em nome de pequenos investidores que não querem ou não sabem como fazer a gestão por si mesmos. Para garantir a transparência e a segurança para os investidores existe a fiscalização da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Outra opção para quem deseja investir na bolsa e não tem experiência são os clubes de investimento que se caracterizam por ter menos formalidade em relação aos fundos de investimento. Vale a pena pensar qual dos dois atende melhor as suas necessidades e desejos.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Bolsas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *