Melhor Configuração de RSI

RSI

O RSI, ou Relative Strenght Index, que tem como tradução “Índice de Força Relativa” é um método para que clientes possam encontrar ideias e determinar pontos de entrada ou saída, analisando o mercado em vários períodos de tempo. O RSI se encontra entre os indicadores mais usados nesse tipo de análise técnica, e possivelmente é o oscilador mais famoso.

Esse indicador de tendência é bastante popular, e controla várias mudanças no preço de pares de moedas, e o maior foco é mostrar as condições de compra e venda de uma certa ação. De modo mais técnico, esse oscilador compara os ganhos e/ou perdas recentes em um certo intervalo de tempo,  para que se possa ser analisado e estudado a velocidade e a variação de preços.

Esse tipo de análise foi elaborada por um analista chamado J Welles Wilder no ano de 1978. Ela foi tema de um livro chamado “New Concept in Technical Trading Systems”, com tradução literal de “Novo Conveito em Sistemas de Técnicas de Negociação”, onde o principal objetivo era apresentar um modo de se mensurar a força de um instrumento.

De acordo com a visão do elaborador e autor, os preços são vistos basicamente como elásticos, e desse modo, eles podem se mover até um determinado ponto, antes de sofrer uma retração ou uma reação. Quando um preço avança rapidamente, existem algumas situações de sobrepreço – também conhecido como overbought – assim como quando um preço cai rapidamente, há situações de sobpreço – ou oversold.

Portanto, o RSI é um indicador de ímpeto, que pode comparar o volume dos ganhos mais recentes com as perdas mais recentes, com o objetivo de determinar o sob ou sobrepreço de um ativo. Esse índice varia entre zero e cem, onde qualquer marcação acima de setenta é considerado sobrepreço, e qualquer marcação abaixo de trinta é considerado oversold.

Para se calcular a performance desse ativo de acordo com esse índice é necessário analisar seus dias em alta e seus dias em baixa e aplicar esses dados na seguinte fórmula: RSI = 100 – 100/(1+RS), com RS sendo a razão entre a média de alta por um certo período de tempo, pela média de baixa durante o mesmo período de tempo. A quantidade de tempo mais usada é a e quatorze dias, mas também há a possibilidade de usar nove ou vinte e oito.

O uso mais comum do RSI é analisando dois principais índices que fornecem sinais de entrada ou saída. Quando ele indica resultados maiores ou iguais a setenta, representa que o mercado está em uma zona de compra, então, não é o momento mais ideal para se comprar. Já se os resultados apontados são iguais ou menores que trinta, indica-se que não é um momento bom para se vende, já que o mercado está situado em uma zona de venda, e assim estará desvalorizado.

Há ainda modos mais ousados de se obter ganhos máximos no RSI, e eles serão apresentados abaixo.

Melhor Configuração de RSI

RSI em prazos menores:

Esse é o modo de se negociar com um prazo de validade menor que trinta minutos, onde os níveis setenta e trinta nem sempre possibilitam a execução de entradas totalmente precisas. Assim o período deve ser reduzido, de modo que o indicador chegue aos valores extremos com mais frequência. Nesse caso, pode se usar níveis de RSI igual a cinco e noventa para dez níveis, ou ainda igual a noventa e cinco para cinco níveis.

Divergência de RSI:

Nesse caso o objetivo é encontrar alguma divergência no gráfico, de modo a obter sinais de RSI. Essa divergência se dá por discrepâncias entre os valores do gráfico e do indicador.

RSI e análises de Bollinger:

Nessa configuração se mescla os indicadores de RSI com as análises de Bollinger, já que o primeiro mostra os movimentos imediatos, e o segundo a direção que o mercado tende a seguir. Assim, fica mais fácil decidir sobre a entrada ou não na posição em questão.

RSI com sinal de aprovação no gráfico:

Há uma técnica chamada “scalping”, onde acontecem negócios em prazos bastante curtos. Assim, esse método  é aplicado principalmente por negociadores estadunidenses. Essa estratégia tem como principal característica  obter muitos sinais em pouco tempo, com o objetivo de diminuir consideravelmente o tempo de resposta do oscilador.


Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Investimento

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *