Os Blocos Econômicos Mundiais

Os blocos econômicos mundiais são agrupamentos entre países e seus governos, com a intenção de facilitar o comércio e a circulação econômica e até mesmo a circulação social entre seus membros, criando facilidades que envolvem políticas de redução ou isenção de impostos ou tarifas alfandegárias, bem como solucionam entraves comerciais. Em um mundo globalizado a tendência mundial é a formação de, cada vez mais, novos grupos econômicos, para fortalecer a economia individual de cada país.

Bloco

Bloco

Estas uniões são realizadas entre alguns países (como é o caso do Mercosul), ou então por uma determinada região (como é o caso a União Europeia, que abrange um número muito maior de países) e acabam por trazer tanto benefícios como malefícios para as economias locais e para a economia global, na visão dos especialistas sobre o tema. Por um lado, com  os benefícios, temos a redução de tarifas entre os países exportadores e importadores, o que gera um aumento tanto da produção quanto do consumo, fazendo com que a circulação comercial cresça e beneficie a economia. Já por outro lado, como fatores aparentemente negativos, deve ser observado o estágio de desenvolvimento econômico que está cada um dos países (como foi feito na União Europeia), de modo que países mais ricos não desvalorizem as fábricas, comércios e mão de obra local, que muitas vezes não têm a estrutura de países mais ricos.

Blocos Economicos

Blocos Economicos

Atualmente diversos grupos econômicos coexistem no mundo, havendo até mesmo a possibilidade de um mesmo país participar de mais de um bloco econômico simultaneamente. Como exemplo de alguns blocos existentes, com diferentes graus de interação econômica entre seus membros, temos:

- MERCOSUL (Mercado Comum do Sul): Formado pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, em 1991, a partir do Tratado de Assunção. Estes países têm, desde 1995, uma área de livre comércio, relativizando as suas tarifas de importação. Há projetos de integração regional que vão além da área econômica e se preocupam, por exemplo, com o desenvolvimento da educação neste bloco.

- EU (União Europeia): Formada atualmente por 27 Estados soberanos – dentre os quais temos a importante economia da França, Alemanha e Itália, por exemplo- a União Europeia tem origem em outros blocos econômicos que antes existiam na região, com número reduzido de países, que se transformaram na União Europeia atual. Este bloco, em comparação com o Mercosul, tem uma integração maior, uma vez que além do livre comércio, já a livre circulação entre os habitantes dos países membros, bem como a instituição de uma moeda comum, o Euro. Outros temas, como o meio ambiente, também fazem parte da pauta deste bloco econômico.

Economico

Economico

Além destes blocos econômicos, se destacam ainda: O NAFTA (Acordo de Livre Comércio da América do Norte), a APEC (Cooperação Econômica da Ásia e do Pacífico) e a ALCA (Área de livre comércio das Américas), que englobaria o Brasil, dentre os outros países da América, mas que atualmente está em fase de propositura, aguardando discussões futuras de seus membros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>