Organize seu Orçamento

A maioria das pessoas atualmente se encontra em meio a muitas dificuldades de ordem financeira, e esta situação acontece em função da falta de administração do dinheiro, pois se trata de pessoas com empregos estáveis, mas que não conseguem viver com o seu salário mensal e por isso contraem dívidas de diversas ordens, empréstimos, financiamentos, cartões de crédito, cheque especial, entre outros. O perigo ronda estas atitudes, pois ao entrar neste circulo vicioso é difícil sair, mas não é impossível, basta que você organize seu orçamento, controle sobre seus impulsos de consumo e obtenha alguns conhecimentos básicos a cerca de finanças. Existem diferenças importantes nos tipos de dívidas, por exemplo, financiamento de automóveis e financiamento imobiliário consiste em dívidas asseguradas, em caso de não pagamento a empresa responsável vai requerer o bem de volta, saldando então o seu débito. Mas em caso de dívida não assegurada existem as variações de juros bem como taxas referentes a pagamentos em atraso. Fatalmente os não pagadores acabam tendo seus nomes vinculados ao SPC e SERASA.

Credito

As Opções

Existe mais de uma saída para se livrar das dívidas, a organização de um orçamento doméstico, a consolidação das dívidas ou a declaração de falência, como última opção. A decisão de como vencer a crise é uma escolha muito pessoal na qual se devem considerar alguns aspectos como, por exemplo, sua capacidade em agir de forma disciplinada, o montante de suas dívidas e quais são as perspectivas financeiras futuras. Ajudar a si mesmo é o essencial, e para isso a atitude básica consiste em parar imediatamente de comprar, especialmente se você costuma se utilizar muito do crédito. Depois faça uma lista de todas as suas pendências financeiras e eleja as que pretende eliminar primeiro, seria bom escolher as dívidas que tem juros mais abusivos como os cartões de crédito e o cheque especial. De maneira geral pague cada uma sistematicamente e direcione seus esforços em investir dinheiro apenas em seus pagamentos.

Fatura

Consolidação

A consolidação de suas dívidas consiste na realização de um empréstimo pessoa física, geralmente de longo prazo, que seja capaz de oferecer a quitação de suas pendências de uma única vez, com um custo mensal que caiba em seu orçamento. Pode ser uma boa opção, mas esteja certo de que o valor mensal a ser pago não vá pesar no orçamento doméstico, e antes de fechar qualquer negociação pesquise cuidadosamente os juros, pois qualquer variação pode ser favorável ao seu equilíbrio orçamentário. Decretar a falência é a mais drástica e última opção, mas considere o fato de que sua vida financeira ficará de certa forma comprometida, pois o seu nome estará sujo, desta forma é impossível ter qualquer espécie de crédito, seja para a compra de um imóvel ou um simples crédito para a aquisição de bens móveis.

Emprestimo

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Pagamento

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *