Como Manter o Controle Financeiro Pessoal e Empresarial?

Por ano milhões de pessoas ficam com o nome sujo na praça por causa da falta de controle e metas financeiras para atingir. Segurar um pouco a vontade de consumir e ao mesmo tempo organizar o dinheiro que sai e entra representa meta interessante que pode salvar o déficit na conta corrente. Saber investir nos títulos ou negócios corretos também faz parte do processo. O orçamento pessoal funciona de maneira parecida com os estipulados por empresas. Às vezes se faz necessário deixar os gastos supérfluos de lado para evitar a condição de bancarrotas.

Fluxo de Caixa

Fluxo de caixa representa opções para demarcar todo o dinheiro que entra e sai da conta corrente. Em um lado do papel anote todas as despesas, por mais supérfluas que podem ser. Na outra parte, coloque os valores financeiros conquistados de maneira mensal. Quem possui integrantes da família que ajudam nas contas pode colocar o dinheiro concedido por cada membro no sentido de sanar as dívidas e pagar contas básicas, caso do supermercado ou contas de luz, água e gás. Apenas quando se sabe quanto dinheiro entra e sai é possível traçar metas financeiras. De início, gastos supérfluos devem ser evitados, de maneira principal quando não existem reservas financeiras em excesso na reserva.

Conta Poupança

A poupança representa investimento no sentido de guardar dinheiro e ao mesmo tempo contar com reservas para períodos emergenciais. Sabe-se que existem pessoas com nome negativado em consequência de surpresas impostas pela a vida. Para não tomar um golpe rasteiro com quaisquer problemas diferente que ocorrer se faz necessário ter dinheiro reserva.

Trabalho-Extra

Algumas vezes a renda conquistada com um trabalho pode não satisfazer as exigências do seu consumo. Por este motivo que o chamado trabalho-extra representa dica elementar para que cheguem novos recursos financeiros à conta corrente e ao mesmo tempo. Ao invés de gastar tempo com eventos ou saídas juntos de amigos pelas noites à dentro, utilize o tempo para trabalhar um pouco mais e ao mesmo tempo garantir a própria vitalidade financeira. De certa maneira se economiza em dinheiro e saúde.

Dicas de Controle Financeiro nas Empresas     

Controlo financeiro também se refere a fatos que mostram se ou não a empresa tem o direito de controlar os aspectos econômicos de trabalho do trabalhador. Os fatores de controle são divididos em categorias:

  • Investimentos significativos
  • Oportunidade de lucro ou perda
  • Serviços disponíveis para o mercado
  • Método de pagamento
  • Investimento significativo

Dicas de Controle Financeiro para Empresas

Um contratante independente, muitas vezes tem um investimento significativo no equipamento que ele ou ela usa em trabalhar para alguém. No entanto, em muitas profissões, como a construção, os trabalhadores gastam milhares de dólares sobre as ferramentas e equipamentos que usam e ainda são considerados funcionários. Não há limites precisos em reais que devem ser cumpridos a fim de ter um investimento significativo. Além disso, um investimento significativo não é necessário para o estado contratante independente, alguns tipos de trabalho não requerem grandes gastos.

Contratantes Independentes

Pode ser interessante para as empresas realizarem a contratação de mão-de-obra informal, que está livre dos impostos por causa dos direitos trabalhistas brasileiros, considerados como o mais custosos no mundo. Brasil sofre com grandes problemas na geração de emprego forma, ou seja, de carteira de trabalho. Por este motivo não existem problemas em encontrar funcionários capacitados que aceitam trabalhar na informalidade. Na categoria de contratação quem deve ficar preocupado com os impostos são os trabalhadores e trabalhadores conforme as regras trabalhistas brasileiras. Empresas apenas precisam declarar ao RAIS o número de contratados informais, pelo menos uma vez por ano, para não receberem multas por causa do atraso.

Oportunidade de Lucro ou Perda

A oportunidade de fazer um lucro ou perda é outro fator importante. Se trabalhador tem um investimento significativo nas ferramentas e equipamentos utilizados, possui maior oportunidade de perder dinheiro (ou seja, as despesas excedem os seus rendimentos do trabalho). Ter a possibilidade de incorrer em perdas indica que o trabalhador no mínimo é contratado independente. Contratantes independentes são livres para procurar oportunidades de negócio. Eles anunciam, mantêm um local de negócios visíveis e estão disponíveis para trabalhar no mercado relevante.

Método de Pagamento

Ao empregado é garantido um montante salário regular por período de hora em hora, semanal ou outro período de tempo. Isso geralmente indica que um trabalhador é um empregado, mesmo quando os salários são complementados por comissão. Contratantes independentes são pagos por taxa fixa para o trabalho. No entanto, é comum em algumas profissões, como o direito, pagar fornecedores independentes de hora em hora. No entanto, alguns cuidados são necessários:

  1. Você vai ser capaz de fazer um trabalho eficiente e eficaz na área que exige exatidão.
  2. Seu ministério tem uma base financeira sólida.
  3. Doadores e todos os envolvidos sabem que recursos estão sendo tratados adequadamente.
  4. Você vai ser um bom administrador perante o Senhor, ou seja, honrar todas as dívidas, se possível de maneira pontual. Não perca a confiança dos bons colaboradores.

Dicas: Diretrizes para a Manutenção da Responsabilização Financeira

  1. Estabelecer procedimentos financeiros.
  2. Estabelecer uma conta corrente.
  3. Estabelecer orçamento para fins de controle o mais rápido possível. Faça com que cada coordenador apresente estimativa das despesas. Estas despesas devem incluir o custo de suprimentos de literatura, material, impressão, postagem, publicidade, comida, viagens, automóvel, telefone, aluguel, segurança, etc.
  4. Para efeitos de controle a despesa real deve ser de 15% da despesa estimada.
  5. Projetar potenciais fontes de renda. Elas devem incluir os lucros de retiro e contribuições de fontes externas. 
  6. Estabeleça o orçamento e determine as necessidades. Certifique-se de explicar cuidadosamente todos os grandes gastos nas notas.
  7. Estabeleça uma estratégia para aumentar a renda necessária (ou seja, apelar para igrejas, recurso mala direta e contato pessoal).
  8. Como a renda gerada, certifique-se de manter registros cuidadosos.
  9. Estabeleça um sistema para o desembolso da renda e para pagar as contas. Você pode configurar um fundo de maneio para usar na compra de pequenos itens. Mantenha as receitas em cada desembolso.
  10. Você pode elaborar um sistema de faturamento com os comerciantes locais.
  11. Certifique-se de que tudo está pago no tempo.

Escrito por Renato Duarte Plantier.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Negócios

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Fazer o controle financeiro é fundamental. É necessário saber separar o financeiro da empresa, do financeiro pessoal, para não comprometer nossa renda. Recentemente me indicaram o ZeroPaper, um software muito simples, intuitivo e GRATUITO! Ele atende perfeitamente todas as minhas necessidades. Gostaria de deixar aqui como sugestão: http://www.zeropaper.com.br
    Obrigada e sucesso!

    Melissa 14 de maio de 2013 16:31

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *