Previsão de Demanda: Como Fazer?

Previsão de Demanda: Como Fazer?

A previsão de demanda é uma atribuição do planejamento organizacional. Por meio dela, é traçado um provável resultado em um certo espaço de tempo. Se a economia estiver em uma fase de instabilidade, podem acontecer mudanças súbitas nas variáveis usadas para o cálculo, ainda mais quando se trata do ambiente externo. 

A função da previsão de demanda é oferecer uma ideia que se aproxime ao máximo da realidade. Assim, fica mais fácil para a empresa tomar as medidas necessárias e orientar as suas ações de uma maneira mais eficaz. 

A interpretação dessa previsão também é uma tarefa importante dos gestores. Assim como identificar os dados certos para o seu cálculo. 

Calculando Previsão de Demanda

Calculando Previsão de Demanda

Abordagens Para a Previsão de Demanda

Basicamente, existem duas abordagens para que seja possível realizar a previsão de demanda. São elas: abordagem qualitativa e quantitativa. Para começar, é preciso que o gestor tenha algumas ideias claras, para que o resultado obtido retrate a realidade da melhor forma possível. Quanto aos prazos, é possível fazer previsão de curto, de médio e de longo prazo. 

Agora, vamos conhecer um pouco mais sobre cada uma das abordagens possível:  

  • Abordagem Qualitativa: use essa abordagem quando não são suficientes as informações de períodos anteriores e nem a quantidade de informações. Nesse caso, o gestor e a sua equipe precisam contar mais com a sua experiência. Se for uma pequena empresa, o gestor pode se basear na intuição dos seus vendedores pois, como estão mais próximos dos consumidores, eles são capazes de ter uma visão melhor do seu comportamento. 
  • Abordagem Quantitativa: nessa abordagem, o gestor conta com uma análise mais rica em números de vendas dos períodos anteriores. É importante conhecer se o produto é sazonal, pois irá influenciar diretamente nas metas. É possível realizar uma análise considerando dias da semana, meses e anos.

Existem inúmeras variáveis que podem ser usadas para calcular a previsão de demanda, desde que haja dados suficientes. Não é necessário, portanto, procurar a fórmula perfeita para o cálculo. O ideal mesmo é reavaliar sempre a previsão, de forma que o equilíbrio entre a oferta e a demanda sejam alcançados mais frequentemente. 

Quanto à demanda, é importante lembrar sempre que os fatores externos são capazes de afetar diretamente a demanda. E que podem acontecer de uma hora para a outra. 

Outro fator de extrema importância é manter um estoque de segurança, para evitar que o seu cliente fique sem receber o produto. Em casos de imprevistos, a sua demanda não precisa deixar de ser atendida. E são vários os problemas que podem ocorrer, como atraso na entrega por parte do fornecedor, e muito mais. 

Pirâmide Previsão de Demanda

Pirâmide Previsão de Demanda

Dicas Para Não Falhar na Previsão de Demanda

Confira abaixo algumas dicas muito úteis para não falhar na sua previsão de demanda:

  • Obtenha o máximo de informações possível. Uma grande quantidade de dados e de opiniões são muito importantes nessa fase. Quanto mais informações tiver sobre a atuação do seu produto no mercado, sobre o produto do concorrente, sobre a reação e opinião dos consumidores, e etc.
  • Anote tudo. Dessa forma, você conseguirá saber o que foi feito, margem de erro, e todos os pontos relevantes.
  • Previsões mês a mês. Fazer previsões por mês serve para indicar se os dados que você usou estão corretos, se retratam a realidade da melhor forma possível. 
  • Não altere a direção do produto. Sempre que fazemos uma previsão de demanda, já consideramos um caminho e uma estratégia a serem seguidos. Se mudar a direção, todo o restante da estratégia deverá mudar também.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Empresas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *