Marketing na Gestão Empresarial

O marketing é um fator de extrema importância em qualquer empresa, mesmo que muitas vezes seja deixada de lado. Não existe possibilidade de lucro quando se há um excelente produto, mas não existe um público disposto a consumi-lo e essa é a já conhecida teoria da oferta e demanda.

Porém existe uma ideia que pode ser incorporada nessa teoria, que é a de que o produto não é vendido puramente por suas funcionalidades, mas sim pela imagem que ele carrega e pelas marcas que estão aliadas a eles. Por isso a imagem da empresa perante seus clientes é tão importante, e é aí que se encontra o marketing.

O marketing pode ser o maior diferencial entre peças muito semelhantes. Por exemplo, imaginando marcas de tênis, nas quais as líderes  de vendas atualmente se resumem em no máximo três. Elas são conhecidas por todas as pessoas pela qualidade e tradição, e as diferenças entre elas não são tão relevantes e podem se resumir basicamente no design. Então se gera a dúvida: o que pode ser feito para que uma marca supere a outra? Isso pode se sanar, ao se investir no marketing.

Durante toda a gestão empresarial, existem estratégias de marketing e técnicas de vendas que podem e devem ser utilizadas, e elas podem começar a ser planejadas antes mesmo da confecção do produto. O principal questionamento que move o marketing é “o produto é de fato necessário ao mercado?” e as resposta pode ser encontrada através de uma análise SWOT, que é uma ferramenta usada para pensar nos pontos de um cenário e esse modo servir de base para gestão e planejamento de uma empresa. Ao se desmembrar a sigla, se encontram as seguintes palavras:

  • Strengths: Traduzindo essa palavra, nos deparamos com “Forças”, ou seja, aqui são enquadrados os diferenciais que uma empresa possui em relação as  outras.
  • Weaknesses: A tradução significa “Fraquezas”, e são agrupados os pontos negativos.
  • Opportunities: Nesse campo são as oportunidades e possibilidades de crescimento da empresa na sua área.
  • Threats: Significando “Ameaças”, aqui são representadas todas as coisas que podem ameaçar ou prejudicar o investimento da empresa.

Com a análise de todos esses pontos, sendo os dois primeiros de cunho interno, e os dois últimos fatores externos, a gestão da empresa passa a saber onde deve atuar exatamente, seja buscando melhorias, ou exaltando as qualidades em campanhas de marketing por exemplo.

Marketing Digital

Uma das ferramentas mais efetivas nos dias de hoje, que atua de modo estratégico na gestão empresarial, é o marketing digital, já que o mundo está cada vez mais globalizado.

Como estamos em uma época onde os produtos e serviços precisam se adaptar ao que o cliente espera e deseja, o mercado precisa acompanhar todas essas mudanças e isso é beneficiado pelo grande e constante desenvolvimento tecnológico e motivado pelas ações dos concorrentes, fazendo com que uma comunicação chamativa fosse essencial para ganhar a atenção do consumidor.

Existem pesquisas que apontam que os brasileiros passam mais tempo na internet, do que em qualquer outro meio de comunicação, já que o acesso pode ser realizado de qualquer lugar e em qualquer hora, e é aí que se deve enxergar um gancho para se elaborar melhores estratégias de divulgação de ações comerciais.

Há ferramentas, como o Customer Relationship Management (CRM), onde é possível se trabalhar na manutenção de um relacionamento eficiente e exclusivo entre empresa e cliente, de modo personalizado, onde o marketing digital se torna um dos maiores aliados para se encontrar com potenciais clientes, de modo que essa interação seja uma ferramenta na identificação de maneiras de melhorar a marca e os serviços, e também um modo de compreender todo o mercado em que a empresa está inserida, facilitando o desenvolvimento do planejamento estratégico.

A precisão do marketing digital é bem mais eficaz do que outras mídias off-line, já que se torna possível analisar qualitativa e quantitativamente onde na empresa são necessários maiores investimentos, e também meios de se otimizar a comunicação, como a criação de blogs e outras mídias sociais, que podem gerar benefícios a longo prazo, já que com o aumento do número de seguidores e/ou assinantes, a efetividade do marketing se maximiza, e assim o trabalho do marketing se torna cada vez mais efetivo, desde que se use as ferramentas e as ações ideais.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Empresas

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *