Maior Trader Brasileiro

Neste post vamos abordar algumas histórias de traders reconhecidos no Brasil, que com suas estratégias de investimento conseguiram alcançar grandes fortunas no mercado financeiro. Além de contar suas histórias vamos aqui, dar algumas dicas e conselhos de investidores que conseguiram algum sucesso atuando com portfólios de investimento.

O Bilionário Anônimo

Luiz Alves Paes de Barro é um bilionário, cuja sua fortuna é estimada em 1,5 bilhões de reais. Ele começou a investir na bolsa da Bovespa apenas com um capital inicial de R$10.000. Sua rotina nada mais é procurar ações baratas para se comprar e investir, optou por uma vida longe dos holofotes midiáticos do mercado financeiro, não dá entrevistas e muito menos expões palestras sobre investimentos. Além do seu trabalho de acionista participa também de reuniões de conselho das empresas onde possui investimentos.

Luiz Alves Paes de Barro

Luiz Alves Paes de Barro

O seu grande pulo foi a aquisição de ações do banco real antes de sua venda a ABN Amro no ano de 1999, e durante longos anos passou a ter um percentual de participação de aproximadamente 5% no capital, e realizou a venda de sua participação quando o banco holandês resolveu fechar seu capital. Com esta operação, o investidor recebeu cerca de U$S100 milhões de dólares, neste tempo, seu retorno foi altamente lucrativo, já que o que recebeu equivalia a 40 vezes mais do valor inicial investido. Dentre seu portfólio de investimento esta o banco alfa, que hoje detém cerca de 16%  da instituição financeira.

  • Sua História

Luiz Alves, de 65 anos, foi formado em ciências econômicas pela USP (Universidade de São Paulo). Veio de uma família da classe alta de São Paulo, e com o dinheiro que ganhou de seus parentes e familiares resolveu realizar aplicações na bolsa de valores.

Como na época haviam poucos investidores pessoa física, pôde se aproximar de outros investidores, como o operador Luis Stuhlberger (considerado um dos maiores gestores no Brasil).

Quem o conhece diz que não gosta de indicar a compra de ações a ninguém, já que em uma época indicou a compra de umas ações a um parente próximo, porém não foi uma compra com retorno, houve uma grande perda dos ativos.

Desde o ano de 2003 suas aplicações estão todas concentradas em um fundo, o Poland, e desde de sua criação chegou a render mais de 1000%, e em contra partida a Ibovespa no mesmo período potencializou em apenas 300%.

  • Sua Estratégia

Como o contato direto com o investido é muito difícil, ele não possibilita entrevistas, de acordo com amigos próximos sua estratégia de operação é simples. Não possui um portfólio muito extenso, no máximo gosta de trabalhar com cerca de 15 tipos de investimento.

Sua principal estratégia é adquirir ações baratas, sempre analisando a lucratividade e valor das empresas que compra as ações.Em sua rotina está a leitura de jornais e boletins de análise de mercado financeiro, e claro, acompanha tudo sobre as empresas as quais possui investimento. Sabe de cor as principais informações e indicativos destas empresas.

É dono também de 40% das ações e 0,1% dos papéis ordinários, este último que possibilita o direito a votação da Comgás (maior empresa em distribuição de gás natural no Brasil) conseguiu impedir a entrada da empresa para o novo mercado. Este mercado é um segmento de maior transparência da bolsa de valores, onde a totalidade de seus investidores são compostos por papéis ordinários.

No mundo corporativo Luiz Alves não é muito bem visto, já que briga por seus interesses. É comum vê-lo andar sozinho e não possui uma equipe de investidores, apenas uma secretária em seu escritório. Quem o conhece, diz que é muito comum o ver sempre mau-humorado.

André Machado, “O Ogro de Wall Street”

No ano de 2002 o executivo sênior da empresa Microsoft largou seu emprego para sobreviver de investimentos no mercado financeiro. Enquanto trabalhava na empresa de softwares conquistou variadas premiações de TI, mas largou tudo para ganhar a vida como investidor da bolsa. Conseguiu acumular uma vasta pasta de lucros de suas operações, porém no ano de 2005 quebrou com transações e investimentos na Telemar. Depois disso não viu outra solução a não ser reiniciar sua carreira no mercado de tecnologia, mas no ano de 2008 voltou ao mercado financeiro. Operou e conquistou uma grande fortuna com ações da vale quando houve o aumento da crise do subprime.  É conhecido como ‘O ogro de Wall Street’, foi apelidado assim pela forma de tratamento e comportamento com outros investidores.

Para o aplicador do mercado financeiro, dois pontos principais que separam o investidor do sucesso é a ausência de disciplina e a grande ansiedade para a conquista de sua fortuna. Aponta ainda que o caminho para o sucesso financeiro é árduo e muito demorado.

Das suas lições que conquistou nas operações de mercado, indica que o aperfeiçoamento em análise técnica é muito importante, mas o que impede a conquista e o sucesso, muitas vezes é  a parte emocional que o indivíduo deve saber lidar. A ansiedade em querer operar, ganhar dinheiro são atributos comportamentais que destroem os operadores no mercado. O gerenciamento dos riscos é de extrema importância. Sua principal dica é, “Não Tenha Pressa”.

Dicas de Traders e Investidores de Sucesso

  • “Para pessoas que estão entrando no mercado financeiro, deve-se ter mente que devem agir como profissionais, já que neste nicho está repleto de investidores mais velhos e com uma carga grande de experiência”.
  • “É interessante se pensar sempre não em ganhar dinheiro, mas sim em conseguir preservar seu capital existente. A aquisição de mais dinheiro será apenas consequência da consciência de preservação do seu capital”.
  • “Correr riscos faz parte da vida de um investidor, mas opte por não correr riscos desnecessários, se há dúvida então não opere”.
  • “Tenha sempre em mente que trader não é uma maneira de ficar rico de forma rápida, gestão de riscos é imprescindível”
  • “Você deve priorizar a boa capitalização, já que em alguns caso o percentual de lucro varia de 3% a 5%, quanto maior o valor de investimento, maiores são os retornos.”
  • “A humildade é importante, não ache que conseguirá sempre prever para onde o mercado vai. É essencial esperar o mercado apresentar certas condições para guiar e apontar para onde o mercado irá”.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Investimento

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *