Indicador Power Gold

O Mercado Forex

O mercado Forex possui uma dimensão muito grande, sendo considerado um dos maiores mercados financeiros de todo o mundo. Seu principal objetivo é a transação de moedas. Por isso o nome Forex, que é uma união de duas palavras do idioma inglês, sendo uma delas “Foreing” e a outra “Exchange”, significando em sua tradução para o português “Mercado de Câmbio”.

É possível observar o quanto esse mercado é grande e significativo, ao analisar o fato de que apenas ele movimenta aproximadamente cinco trilhões de dólares todos os dias ao redor do mundo todo. Essa movimentação engloba todo o tipo de câmbio, podendo acontecer por meio desde trocas entre grandes bancos, empresas relevantes da nível multinacional, governos dos mais diversos países e qualquer outra instituição que trabalhem com divisões e gerenciamento de finanças.

A participação de pessoas físicas nesse mercado também é bastante comum, porém elas não são tão determinantes no caminho do mesmo, já que elas não podem entrar e atuar nesse mercado sozinhas, mas apenas com o intermédio de corretoras e bancos especializados nesse tipo de serviço.

O Brasil é um país que não possui uma regulamentação do mercado Forex, e por isso, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) não se responsabiliza por dar o respaldo necessário aos brasileiros que desejam participar das negociações de compras e vendas de ativos nesse mercado. Assim sendo, é importante deixar explícito que a atuação de uma pessoa brasileira no mercado Forex fora do país não é ilegal, desde que ela siga totalmente as regulamentações e respeite todas as leis tanto do país onde se está atuando¸ quanto as leis e regulamentações do Banco Central do Brasil. Desse modo, conforme o que foi dito, o brasileiro pode realizar compra de ativos financeiros, e até mesmo de outros bens, como casas por exemplo, desde que atue fora do país.

Como já foi dito¸ o Forex é regulamentado em outros países, porém, isso não o torna um mercado absolutamente seguro. Um jeito de potencializar a segurança e prevenir possíveis prejuízos e até mesmo fraudes, é ficando bastante atento as regulamentações do país onde se está atuando, e mais do que isso, procurar saber da existência de órgãos que desempenham o mesmo papel que a CVM realiza no Brasil, ou seja, tomar conhecimento da existência de um órgão normalizador e fiscalizador das atividade no mercado mobiliário. É válido deixar claro que isso não isenta o Forex de falhas, mas garante muito mais segurança. Os países mais indicados no quesito boa regulamentação de mercado são os Estados Unidos e países da Europa.

A última coisa a se ficar atento antes de iniciar as atividades e especulações nesse mercado, é a busca por uma boa corretora. Ela deve estar legalmente registrada no país onde é localizada sua sede. A partir disso, os investimentos já podem ser iniciados, mas sempre tendo em mente os possíveis riscos e a necessidade de estudo e atenção, fazendo assim com que a experiência no Forex aconteça de modo saudável e com poucos prejuízos, ou até mesmo ótimos lucros.

Indicadores Forex

Além das dicas que foram citadas acima, o jeito para se alcançar o sucesso no mercado Forex, é sabendo em quais momentos deve-se comprar ou vender ativos, analisando também as melhores entradas. O meio mais indicado para saber disso com certa precisão, é recorrendo aos indicadores.

Os indicadores são uma forma de identificar as tendências do mercado, e elas funcionam muito bem atuando conjuntamente com gráficos de análise técnica, entre outros artifícios. Eles são ferramentas que basicamente “preveem” as cotações por meio de cálculos matemáticos e podem ser divididos em alguns grupos:

  • Indicadores de tendência: Eles são utilizados para que se possa encontrar tendências do mercado que possibilitem a indicação do movimento dos preços durante um período.
  • Osciladores: Eles são indicadores de quando o preço foge do valor médio, visando assim, um possível ajuste.
  • Indicadores de volume: O cálculo desses indicadores levam em conta o volume do mercado em um intervalo de tempo.
  • Indicadores personalizados:  Aqueles que tem como objetivo mostrar as direções do mercado, principalmente nos momentos de virada.

É muito indicado que se utilize mais de um indicador simultaneamente, já que nenhum deles são totalmente seguros e livres de falhas.

Indicador Power Gold

O principal objetivo desse indicador é diminuir o máximo possível os riscos de uma negociação. As estratégias mais usadas são as de valores e níveis, que acabam diversificando a análise dos movimentos dos mercados, acarretando menos riscos e maximização dos lucros. Ele é um indicador pago, e deve ser analisado seu custo benefício.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Investimento

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *