Cartilha CVM Forex

Investir, embora pareça ser uma simples ação, é complexa do ponto de vista de quais investimentos escolher, para evitar possíveis problemas no futuro. Muitas pessoas, também, acreditam que o investimento a ser realizado deve ser de grandes cifras, desprezando, então, o uso de pouco dinheiro, o que é bastante equivocado, na verdade.

E, como algumas pessoas já conhecem, existem diversos tipos de investimentos, cada um demandando uma quantia X específica, que pode ser um grande ou baixo investimento. Nesses casos, até mesmo as quantias mais ínfimas podem ser investidas, podendo instigar desde os investidores com mais anos de experiência até os amadores, facilitando, assim, o maior conhecimento do mercado por parte deles.

Alguns preferem investir na bolsa de valores, que têm uma certa instabilidade em alguns locais do planeta, visto que as bolsas localizadas nos EUA, na Europa e a na Ásia é que ditam as regras das demais bolsas de valores do planeta: se alguma delas apresentar alta, é natural que as bolsas de outros locais apresentem uma alta; se alguma bolsa cai, outras bolsas também podem apresenta um desempenho negativo.

Outras pessoas, porém, decidem por investir em empresas que têm o capital aberto, como a Apple, a Google e o Facebook, por essas empresas serem, ultimamente, as que irão “salvar” o futuro da indústria e ajudar a perpetuar o futuro da tecnologia e, por conta disso, acreditam que esse vai ser um investimento de “menos” risco, podendo, enfim, ter a garantia de poder ver esse dinheiro retornar.

No nosso artigo de hoje, iremos falar um pouco mais sobre o Forex e a Cartilha CVM, além de passar algumas informações bastante importantes sobre essa que é uma forma de investimento que está ganhando cada vez mais adeptos. Veja a seguir:

O Forex E A Cartilha CVM

O mundo ultimamente está passando por muitas mudanças. E isso, claramente, se reflete na economia, já que, com uma maior diversificada, os rumos dos negócios passam a ser outros e, por conta disso, é necessário mover todo e qualquer tipo de investimento para essas novas áreas.

O Forex, por exemplo, é a mais nova ferramenta de investimento que está na praça atualmente. Ele se designa como sendo um mercado financeiro que não possui um centro, sendo destinado exclusivamente para as transações de câmbio. Esse é considerado o maior mercado financeiro de todo o planeta.

Para você ter uma noção do tamanho que são as transações realizadas por meio do Forex, só diariamente, é estimado que a ferramenta mova cinco trilhões de dólares, sendo que, segundo dados obtidos no ano de 2007, movimenta quatro vezes mais que o mercado de títulos no mundo, bem como também move quase dez vezes mais o volume negociado no mercado de ações a nível mundial.

Nesse mercado, as grandes corporações, bancos, indústrias, governos, grandes investidores ou instituições financeiras têm prioridade nos trâmites de investimentos; e, em se tratando de pequenos investidores, esses não podem participar de forma direta nas negociações, precisando se amparar em corretores ou seguradoras para realizar algum tipo de negócio.

A negociação que é realizada nessa plataforma é feita utilizando a moeda par a par, ou seja, por exemplo, dólar/real. Por conta das grandes operações realizadas nesse tipo de negócio, a liquidez também é bastante alta, além de propiciar diversas plataformas para executar negociação, além de diversas outras características que são únicas do investimento via Forex. Ele pode ser utilizado de diversas formas, inclusive para especulação financeira, que acaba criando uma verdadeira polêmica, já que essa prática envolve diversas questões imorais, principalmente religiosa.

O Forex e CVM No Brasil

O Brasil, por conta da sua grandeza de ordem continental e, também, por conta da grande presença de recursos naturais, é um mercado muito importante para os investimentos e, embora tenha toda essa relevância, o Forex ainda não é muito conhecido por aqui. Isso se dá pela não presença de uma lei regulamentária sobre o serviço, mas que, ao mesmo tempo, não impede um brasileiro ou uma empresa brasileira tenha investimentos no exterior. O CMV não dá “respaldo” a esse tipo de ação, mas deixa bastante entendido que qualquer brasileiro pode realizar investimentos fora do país, podendo significar desde grande movimentação de dinheiro, bem como comprar um imóvel. Mas ela salienta que é necessário que haja a concordância dessas ações com regras pré-estabelecidas, principalmente, as regras oriundas e que estejam em conformidade com o Banco Central Do Brasil.

Além disso, a CVM  dá dicas de como não se deixar levar por possíveis fraudes ou erros na hora de investir em determinadas regiões: antes de optar pelo investimento, procure saber se na região onde ela irá ser realizada se tem a presença de órgãos fiscalizadores, como a CVM no Brasil, e quais são as suas regras, pois muitas empresas e pessoas físicas já tiveram problemas e prejuízos ao investirem o seu dinheiro por não se inteirarem sobre as regras da região, que podem variar uma da outra.

Apesar de todo o cuidado que se é tomado quando se investe por meio da Forex, muitos são os relatos de fraudes e outros problemas oriundos de empresas não muito regulamentadas ou, até mesmo, de “leis” fracas que não protegiam o investidor daquela região, cujo o risco de investimento aumenta.

Como investir Pouco Dinheiro?

Muitas pessoas têm diversas dúvidas sobre como investir o seu dinheiro, e isso pode ser explicado porque muita gente não faz ideia de como proceder. Muitas, inclusive, acreditam que valores pequenos não podem servir como investimento. Ora, o simples ato de colocar seu dinheiro na poupança já é um investimento, ainda que tenha pouco retorno.

Colocar seu dinheiro em imóveis ou automóveis também têm se saído um bom negócio, por conta da valorização que eles têm conseguido nos últimos anos. Em muitos locais do Brasil, terrenos que antes tinham sido comprados por cinco mil reais hoje podem ultrapassar a casa dos cem mil reais, tamanha foi a valorização com o fortalecimento da economia e da moeda. Além disso, cresceu, também, o número de corretoras e bancos que oferecem serviços de investimento.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Investimento

Artigos Recentes

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *