O que Significa Risco País?

O investimento internacional é uma ótima maneira de diversificar qualquer carteira de ações. Mas investir na Itália ou na Nigéria não é o mesmo que investir nos Estados Unidos, por exemplo. O risco país é uma expressão criada para se referir aos riscos econômicos ou políticos de um país que possam afetar seus negócios e resultar em perdas nos investimentos feitos nas empresas deste país. Neste artigo, vamos dar uma olhada em quão rapidamente e facilmente medir e analisar o risco país.

Como Medir o Risco País

Medir o risco de um país pode ser um esforço complicado. Das leis fiscais à agitação política, os investidores têm de levar centenas, se não milhares, de diferentes fatores em consideração. Por exemplo, movimentos sólidos, como um aumento das taxas de juros pode ajudar muito as empresas de um país e também o mercado de ações. Mas mesmo um comentário simples de um político proeminente insinuando planos para o futuro pode ter tão grande impacto.

Risco de um País Podem Geralmente ser Divididos em Dois Grupos

  • Risco Econômico: O risco associado com a situação financeira de um país e sua capacidade de pagar suas dívidas. Por exemplo, um país com uma relação de dívida e PIB alto pode não ser capaz de levantar dinheiro tão facilmente para se sustentar, o que coloca a economia doméstica em risco. 
  • Risco Político: O risco associado com a situação política de um país e o impacto das suas decisões sobre investimentos. Por exemplo, os políticos desesperados por apoio poderiam representar um risco para os investidores em certas indústrias estratégicas.

Analisando o Risco País

Há muitas maneiras diferentes de analisar o risco de um país para se fazer investimentos. Desde os coeficientes beta para ratings soberanos, os investidores têm uma série de diferentes ferramentas à sua disposição para fazer esse tipo de análise. Os investidores internacionais geralmente utilizam uma combinação destas técnicas, a fim de determinar o risco de um país, bem como o risco associado ao investimento internacional e a segurança desses investimentos propriamente ditos.

Métodos Utilizados para Avaliar o Risco País

Existem alguns métodos que os especialistas utilizam para calcular e avaliar o risco de se fazer investimentos em um país:

  • Análise Quantitativa: O uso de estatísticas e cálculos para determinar o risco de investimentos em um país são dados como a relação da dívida com o PIB de um país, ou o coeficiente beta do índice MSCI para se determinar o índice de risco de um investimento em um determinado país. Os investidores internacionais podem encontrar essa informação em relatórios de agências de classificação, em revistas especializadas como a “The Economist”, e através de várias fontes online como a Wikipedia, por exemplo.
  • Análise Qualitativa: O uso de análise subjetiva é também um meio de se determinar o risco, tais como notícias de última hora sobre o cenário político e as opiniões ou rumores de mercado que sejam realistas também são levados em conta para analisar o risco de investimentos em um determinado país. Os investidores internacionais podem encontrar este tipo de informação relevante em publicações financeiras especializadas, como “The Economist” e “The Wall Street Journal”, bem como pesquisando em agregadores de notícias internacionais, como o Google News.

Entretanto, a maneira mais comum que os investidores utilizam o risco país é através dos chamados ratings soberanos. Ao levar em consideração esses fatores quantitativos e qualitativos, as agências de classificação para emissão de crédito de cada país e fazem para os investidores uma maneira fácil de analisar o risco de investimento em um país. As três agências de classificações mais consultadas e que têm a melhor reputação no mundo, conforme vemos frequentemente em nossos jornais são a Standard & Poors, Moody Investidores e Fitch Ratings.

Lista de Verificação de Risco País e Outras Dicas

Os investidores internacionais podem determinar o risco-país usando um processo simples, composto de três passos simples, como se segue:

  • Verificação dos Ratings Soberanos: Olhar, analisar e classificar os ratings soberanos do país, baseados nos dados emitidos pelas agência de maior reputação do mercado, como a S & P, Moody e Fitch para conseguir um olhar com bastante consistência e base teórica para fazer uma análise a nível de investimentos do risco país. 
  • Leia as últimas notícias: Mantenha-se informado, na melhor quantidade de fontes. Pesquise pelo Google News ou outros agregadores de notícias internacionais para qualquer notícia econômica que se trata um país, como uma forma de pesquisa qualitativa e um agregador de informações.
  • Analise o risco da ação a tomar: Baseado em todas as informações que você coletou, determine o risco do investimento que precisa ser feito em específico, analisando bem os fatores quantitativos, como o coeficiente beta – um maior coeficiente beta equivale a um risco maior de investir o dinheiro.

Só porque um país não tem uma boa qualificação e apresenta riscos a mais do que o outro, não significa que os investidores devem ignorar esse local para investimentos. Às vezes, o risco maior equivale a maiores retornos potenciais do investimento. Por exemplo, um país, estando em plena reforma econômica, pode ser mais arriscado naquele momento, mas o seu futuro, a longo prazo, pode ser brilhante, apresentando resultados finais muito satisfatórios. Os investidores internacionais podem, portanto, ainda incorporar risco em uma carteira diversificada, a fim de melhorar os retornos potenciais.

Aqui estão algumas dicas para manter em mente quando se considera os investimentos de maior risco:

  • Fique diversificada: Uma carteira diversificada pode ajudar a atenuar os efeitos de qualquer título a cair drasticamente. Tente limitar qualquer título de representar mais de 5% do valor de uma carteira.
  • Proteger suas apostas: Algumas estratégias, como escrever a compra de opções de compra de índice, pode ajudar a proteção contra uma desaceleração de mercado. Investidores mais experientes podem levar em conta essas opções.
  • Acompanhe a situação: Sempre mantenha o olho aberto em seus investimentos. As coisas podem mudar rapidamente em mercados internacionais – especialmente as de risco – para ter certeza de enxergar quaisquer nuvens escuras antes da tempestade chegar.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Governo

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *