Limite Conta Margem

Se você quer realizar a compra de algum ativo financeiro e não possui o capital disponível no exato momento, já possui todo o seu dinheiro retido em investimentos e não há tempo ágil para que possa realizar algum tipo de transferência ou a venda de títulos e ações? Se for o caso, então conheça mais sobre a conta margem, ela é um tipo de crédito disponibilizado por corretoras em todo o país. Leia mais e saiba o que é, suas regras e características de aderência e principais dúvidas acerca do assunto.

O que é a Conta Margem?

A conta margem é um serviço de alavancagem, ou seja, um tipo de ‘financiamento’. É uma linha de crédito liberada para o investidor realizar suas operações. O indivíduo deixa algo como garantia e a corretora disponibiliza um valor para que as operações sejam realizadas. Essa linha de garantia pode ser utilizada na compra de ativos de primeira ou segunda linha.

Para ciência do que são ações de primeira e segunda linha, segue uma pequena explicação.

Ações de primeira linha: Ou chamadas de ações “bluechips”, esta são caracterizadas pela sua altíssima liquidez de mercado, ou seja, tem uma grande facilidade de ser revertida em moeda, venda ou compra. São as de fáceis movimentações e estão dentro ações de empresas de ótima reputação com altos índices de lucratividade.

Ações de segunda linha : Possui variações de nome também, podem ser chamadas também de “Mid Caps” ou “Small Caps” , possuem menores movimentações quando comparado às ações de primeira linha, e dentre elas estão empresas menores. De acordo com critério estabelecido por analistas de mercado, as classificações de ações do tipo “Small Caps” possuem um teto de capitalização de aproximadamente 5 bilhões de reais diários. Por possui um grau menor de liquidez de mercado, possibilita variação de preço de compra e de venda.

As corretoras de colocam esta restrição de compra de ativo para o cliente, já que, como é um crédito disponibilizado por ela, em um primeiro momento esta ação é de posse própria da empresa, então para garantir a liquidez e amenizar os riscos quanto a volatilidade, há critérios pré-estabelecidos.

Esta envolve riscos, já que é utilizado recurso de terceiros. Este terá que ser pago a corretora

Como Funciona, Regras e Restrições da Conta Margem.

Como esta operação envolve riscos, já que é recurso de terceiros que será utilizado em uma transação financeira, para a sua aderência é necessário a assinatura de um tipo de contrato específico, sendo que nesta transação, é necessário o pagamento de juros, que é definido na contratação deste crédito. Ainda, é necessário disponibilizar algum tipo de garantia na negociação.

O critério principal relacionado a garantir é que é preciso oferecer um valor que seja superior ao investimento que irá ser operado no mercado pelo cliente, exatamente um valor que corresponde a 140%.

Riscos

Como toda operação em open market, a conta margem também possui seus riscos. Para tomar a decisão de requer o crédito para realizar a compra de algum ativo, é indicado um planejamento e pesquisa acerca o objeto de compra. Como na hora da contratação do serviço na corretora é necessário o pagamento da taxa de juros além do valor retirado para empréstimo.

Em um cenário pessimista e negativo, o cliente pode perder mais dinheiro, como por exemplo haver uma súbita oscilação de mercado que possa desvalorizar o ativo. Assim será necessário pagar a corretor o valor integral do empréstimo mais as taxa de juros, podendo ser um negócio maléfico. Por isso muitos especialista recomendam a utilização deste tipo de serviço em último caso e sabendo fielmente que as ações são realmente um ótimo negócio.

Informações Importantes

  • Este tipo de serviço é indicado para investidores com perfil arrojado.
  • Sobre taxas e encargos pagos para adquirir
    • Taxa de juros incidente é de 3,5% pró-rata e incide sobre o limite disponível e utilizado
    • Imposto de operações financeira (IOF), para pessoa física é de 0,0082% de juros aos dia, este em cima do valor financiado 
    • IOF sobre pessoa jurídica, segue com uma taxa de 0,0041% de juros ao dia, sobre o montante que está sendo financiado, sendo este calculado pelos dias corridos, independente de dia não útil.
    • IOF para empresas que se inserem no Simples Nacional. A alíquota incide sobre o valor em financiamento, e sua taxa corresponde a 0,00137% ao dia.
    • O IOF, ou seja, taxa para cada início de financiamento e sobrecai no limite de crédito que será utilizado, esta taxa é de 0,38%.
    • Somente ações da carteira bovespa servem como garantias para realizar a liberação de crédito. Como já citado, se justifica pela confiabilidade e liquidez de mercado, caso o contrato não seja cumprido pela parte do cliente. Garante assim um saldo não negativo em termos de liquidez para a corretora que realizou a operação de crédito. 

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Financiamento

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *