Cheque Pré-Datado

Embora muitos acreditem que o cheque está caindo em desuso devido ao aumento do uso do cartão de crédito, muitas pessoas ainda utilizam essa forma de pagamento. O que nem todos sabem é que o cheque pode ser usado para efetuar o pagamento de um produto ou serviço a prazo usando cheques pré-datados.

A segui vamos explicar um pouco melhor como funciona a lógica do cheque pré-datado de maneira que você comece a considerar essa forma de pagamento como uma possibilidade real. Tire as suas dúvidas e descubra que o cheque pode ser exatamente o que você precisava.

Como Funciona o Cheque Pré-Datado

O cheque pré-datado consiste em deixa no estabelecimento ou com a pessoa a quem você deseja paga a folha do cheque, contudo, o depósito da mesma somente será realizado no dia que foi pré-determinado. A data escrita no cheque pré-datado deve ser a data em que se deseja que aconteça o depósito.

Para que fique mais claro imagine que você está pagando um curso de inglês parcelado em três vezes. Todo mês acontecerá o desconto de um cheque que você deixou com a escola. Todas as folhas de cheques serão deixadas na escola de uma única vez, contudo, o depósito de cada folha acontecerá somente nas datas pré-estabelecidas nas folhas. É fundamental saber como preencher um cheque pré-datado corretamente.

Coisas Importantes Para Saber

Nome

Para evitar que o cheque seja infinitamente repassado até que possa ser depositado é importante escrever o nome da loja ou da pessoa que irá receber aquele valo expresso no cheque. Porém, nem isso é uma garantia real que não haverá repasse.

Data

Lembre-se que a data que deve ser preenchida no seu cheque é a data em que ele deve ser depositado na sua conta. Sendo assim se você foi na loja no dia 13 de julho, mas quer efetuar o pagamento no dia 13 de agosto deve preencher a última data na folha. A data que deve ser preenchida no cheque é aquela em que a folha pode ser trocada por dinheiro basicamente.

Pode Ser Descontado Antes da Data?

A prática de pré-datar os cheques não é exatamente oficial, consiste muito mais num acordo com o comerciante. Sendo assim se uma pessoa desejar depositar um cheque pré-datado antes da data que está na folha pode fazê-lo e o banco aceitará. Contudo, nessas situações é possível que o dono do cheque seja indenizado por danos morais.

Trata-se de um direito previsto por lei desde 2009 que entende como dano moral faze o depósito de um cheque pré-datado antes da data que foi previamente combinada. A concessão da indenização depende do caso, porém, é muito bom que o cidadão conheça os seus direitos e faça com que eles tenham valor.

Recebendo o Dinheiro de Volta

Lembramos novamente que o cheque pré-datado não está regulamentado de maneira que o depósito do mesmo pode ser feito a qualquer momento. Mas, se existe um acordo entre o consumidor e o comerciante e este último desfaz o acordo depositando antes a folha o cliente tem o direito de procurar por um advogado para saber como agir.

Saiba que se tiver como provar que o cheque pré-datado foi depositado antes do que havia sido combinado é bem possível conseguir o dinheiro de volta. Nos casos em que o dono do cheque fica com o nome sujo devido a isso é ainda mais provável que o dinheiro seja devolvido.

O Cheque Voltou, O Que Acontece?

Para começar é importante saber qual foi o motivo de o cheque ter voltado, se foi não ter dinheiro na conta ou se havia alguma informação errada. No caso de o cheque não ter sido compensado por falta de dinheiro na conta, aquele que recebeu, poderá protesta o cheque. O protesto do cheque irá sujar o nome daquele que o passou. Sendo assim a dica é que o dono do cheque converse com a pessoa que recebeu o cheque sem fundos e tentar chegar num acordo.

Sustando o Cheque

É possível impedir que uma folha de cheque seja paga, contudo, isso é válido somente nos casos em que os cheques são roubados. Lembre-se que sustar um cheque não vai te eximir de pagar por aquilo que comprou, por isso dizemos que sustar somente em caso de roubo das folhas. Além disso, o banco faz cobrança de taxas para realizar esse serviço e alguns casos ainda pode fornecer informações pessoais suas para aquele que deveria ser pago por esse cheque.

Cheque Pré-Datado e Cruzado Pode?

O cheque pré-datado pode sim ser cruzado, isso significa que o pagamento do mesmo acontecerá somente por meio de depósito na conta corrente e não poderá ser sacado no banco. A seguir vamos explicar mais sobre como cruzar um cheque.

O Que é Cheque Cruzado?

Basicamente o cheque é uma forma de pagamento à vista na qual alguém fornece uma folha que consiste numa ordem de pagamento e que poderá ser trocada por dinheiro através da realização de um saque ou mesmo de depósito no banco. O ato de cruzar o cheque consiste basicamente em definir que existe uma única forma desse pagamento ser realizado que é por depósito em conta corrente. Uma forma que reduz os riscos de roubo.

Como Cruzar Um Cheque

Para que se possa cruzar o cheque é necessário que a folha seja preenchida corretamente. Indique o valor que deverá ser pago por essa folha bem como o nome de quem irá ser pago, a data e assine. Após terminar de preencher os dados você deverá fazer dois riscos em paralelo na parte da frente do cheque, em geral os riscos devem ser feitos no canto superior. O cruzamento de um cheque não pode ser ignorado, então aquele que receber a folha com os dois riscos paralelos não poderá sacar o dinheiro, somente irá receber o seu pagamento se depositar o mesmo em conta corrente.

Segurança

Pelo fato de que não é possível sacar o cheque no caixa o emissor do cheque tem tempo para sustar a folha cancelando o seu pagamento em caso de roubo.

Na hora de fazer promoções, não há loja que não utilize, a altos brados e grandes cartazes, do cheque pré-datado. Na hora de realizar as compras ele certamente oferece um grande apelo – afinal, você realiza a compra, já paga por ela, e não precisa mais se preocupar com ela, certo? Errado.

O grande erro daqueles que utilizam os cheques pré-datados na hora de fazer compras, é exatamente o de não manter em mente que, apenas por não sair da sua conta bancária naquele exato momento, isso não quer dizer que a dívida vá ficar menor, ou ser mais fácil de pagar. O valor não se altera, pelo menos em tese, e o problema do que deve ser pago, na verdade, é apenas jogado mais para frente, e será cobrado, sem falta.

Para utilizar cheques pré-datados de maneira segura e correta, é preciso ter, acima de tudo, um grande senso de organização. É necessário marcar cada compra, qual o seu valor, em quantas parcelas ela foi feita, e que dia o cheque deve cair na sua conta, para que o cheque não corra o risco de voltar e acabar prejudicando seu nome no banco onde é cliente.

Além disso, certifique-se de todas as maneiras possíveis que seu cheque irá, de fato, apenas ser descontado na data combinada: não raro, cheques pré-datados acabam sendo descontados antes da hora e acabam voltando, no caso de insuficiência de fundos, ou prejudicando outras contas que iriam cair, mas que já não podem ser cobertas, por causa do cheque que entrou antes da hora. Utilize-se do recurso de escrever ‘bom para’ e então a data em que o cheque deve cair – isso serve não apenas para o lojista, mas também para os caixas do banco em que ele será descontado, para que saibam a data correta em que ele deverá entrar, o que evitará problemas futuros.

Na hora de se decidir a fazer uma compra com cheque pré-datado, tenha certeza de que essa é a melhor solução para a compra. Negocie com o vendedor, se o preço “a vista” talvez não ofereça descontos que façam o pagamento imediato valer a pena, e, caso isso não aconteça, não se esqueça de manter em mente as contas que irão ser cobradas em datas próximas ao cheque, para que ele não acabe pesando demais em seu orçamento.

Os cheques pré-datados são bons aliados na hora das compras, mas precisam ser usados com cautela e organização, para que toda essa facilidade não se torna um pesadelo mais tarde.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Cheque

Artigos Relacionados


Artigos populares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *